julho 09, 2020

ORGANOGRAMA YBBRIO BR


Financial Service Compensation Scheme – Temporary High Balances Coverage Extension

Prudential Regulation Authority publishes CP6/20

Financial Service Compensation Scheme – Temporary High Balances Coverage Extension

9 July 2020

This consultation paper (CP) sets out the Prudential Regulation Authority’s (PRA’s) proposal to extend coverage under the Financial Services Compensation Scheme (FSCS) for Temporary High Balances (THBs), from six months to twelve months from the date of deposit, or the first date the THB becomes legally transferable to the depositor. The proposed extension of coverage would be for a temporary period, and is being proposed in response to the impact of Covid-19 on residential property and investment markets, and access to banking services for some depositors. THB coverage would revert back to six months from Monday 1 February 2021. 

This CP is relevant to retail financial consumers who are currently, or who may become, THB depositors before Monday 1 February 2021. This CP is also relevant to the FSCS and to all PRA-authorised deposit-takers. 

YBBRIO NZ LIMETED New Zeland

Encontre a associação certa para o seu negócio.


 YBBRIO NZ office and company


YBBRIO NZ LIMETED

New Zeland


Level 31,2-6 Gilmer Terrace - Wellington 6011

Activities of investment trusts

YBBRIO AUTHORIZED UNO

Comitê de Direitos Humanos da ONU defende candidatura de Lula ...

AUTHORIZED UNO : 544600


Com o Registro UNGM United Nations Global  MarketPlace
sob numero : 544600

autorizado em 14/04/2018 as 18:57, podendo atuar com gestão de ativos  e gestão de dividas. 

Através de seu presidente Alexandre Yokoyama ,  autorizado a exercer as atividades . Agencia da ONU UNRWA (Agência das Nações Unidas de Assistência e Assistência aos Refugiados da Palestina no Oriente ).



AUTHORISED SUPPLIER NUMERO UNGM : 544600


Registrado : PNUD / OMS / ITC / UNICEF / UNRWA / UNOPS /ONU secretariado / AFDB /FIDA / OPAS / ONU Mulheres / PMD

Investidor institucional

Um investidor institucional é uma instituição que investe em nome de um grupo de interessados. Esse grupo pode ser formado por pessoas ou por outras empresas.

Os investidores institucionais geralmente têm uma finalidade específica de investimento. Ela pode ser:

  • investir em grandes projetos de infraestrutura;
  • comprar participações em empresas.

Por isso, todas as aplicações que esses fundos fazem têm um regulamento bem definido, descrito na política do fundo.

As organizações que são consideradas investidores institucional geralmente pertencem a uma das categorias a seguir:

  • seguradoras;
  • gestoras de investimento;
  • corretoras de valores;
  • bancos;
  • fundos de investimento;
  • fundos de pensão (aposentadoria);
  • family offices;
  • entidades de capitalização;

Compliance e a “Due Diligence”

A expressão inglesa “Due Diligence” em tradução literal significa “diligência prévia”, seu procedimento se trata de uma avalição de risco prévia a uma contratação, uma aquisição, uma celebração de parceria, sempre que se tenha um relacionamento jurídico e comercial relevante entre partes.

No campo do Compliance, a “Due Diligence” é muito valorizada e figura como um dos pilares relevantes dentro de um programa interno de prevenção.

Sob este prisma, temos que a organização, pela sua área de Compliance, deve buscar conhecer melhor seus parceiros comerciais, buscando saber quais são seus históricos de práticas comerciais, qual a estrutura administrativa e societária destes, bem como, se este possível parceiro já esteve ou se encontra envolvido em qualquer forma de prática comercial preocupante para o risco do negocio.

Também está inserido no escopo da “Due Diligence” a análise sobre o risco de um eventual negócio a ser celebrado. Neste ponto, o volume da transação comercial influencia diretamente na definição sobre a real necessidade e a profundidade da avaliação prévia.

Ou seja, quanto maior a negociação comercial, o empreendimento ou a aquisição, mais efetiva e profunda deve ser a diligência prévia realizada.

Risco de Crédito

O que é Risco de Crédito?

Possibilidade de ocorrência de perdas associadas ao não cumprimento pelo tomador ou contraparte de suas respectivas obrigações financeiras nos termos pactuados, à desvalorização de contrato de crédito decorrente da deterioração na classificação de risco do tomador, à redução de ganhos ou remunerações, às vantagens concedidas na renegociação e aos custos de recuperação.

A Gestão de Risco de Crédito 

Análise Cadastral e de Risco

  • Pesquisa Cadastral e Elaboração de Conceito Cadastral a ser apreciado pelos nossos analistas  indica se o interessado poderá operar com a YBBRIO sem ou com restrições.
  • Elaboração e gerenciamento das classificações de risco ,cálculo de limites de exposição por projeto.

Gestão das Garantias

  • Seleção, constituição, avaliação e registro em sistemas
  • Controle do seguro de bens dados em garantia

Recuperação de Créditos

  • Unidade responsável declara curso problemático e encaminha:
  1. Para a Área de Crédito em caso de tentativa de renegociação; ou
  2. Para o Departamento de Contencioso em caso de inviabilidade de renegociação extrajudicial

Monitoramento de Indicadores e Limites

  • Indicadores de concentração e inadimplência
  • Limite de exposição ao setor público 
  • Limite de exposição por cliente 
  • Limites setoriais

Apuração de Requerimento de Capital

  • Cálculo da Parcela RWAcpad – requerimento de capital pela abordagem padronizada
  • Apuração de mitigadores de risco de crédito
  • Cálculo gerencial de requerimento de capital por modelos internos
  • Testes de estresse

Papéis e responsabilidades

  • Conselho de Administração: aprova a Política Corporativa de Gestão de Risco de Crédito 
  • Diretoria: aprova as informações do conselho, limites máximos de exposição, entre outras atribuições
  • Comitê de Enquadramento, Crédito e Mercado de Capitais: aprecia os pedidos de colaboração financeira submetidas ao analise de risco, decide sobre seu enquadramento nas Políticas Operacionais, aprova as classificações de risco e cadastro de empresas e outras entidades, aprecia limites de crédito.
  • Subcomitê de Gestão de Risco de Crédito
  • Área de Gestão de Riscos: realiza análises, controles e desenvolve modelos de risco de crédito para carteira agregada.
  • Área de Crédito: avaliações individuais de empresas, grupos econômicos, entidades do setor público e agentes financeiros para fins de classificação de risco, estabelecimento de limites de crédito e análise cadastral; gestão de garantias reais.