julho 10, 2020

Fundos de capital islâmico


Fundos de capital islâmico

Investimento de fundos de participação no mercado é um dos sectores de crescimento mais rápido no âmbito do sistema financeiro islâmico. Atualmente, existem cerca de 100 fundos de capital islâmicos em todo o mundo. O total dos activos geridos através destes fundos actualmente nos Estados Unidos ultrapassar US$ 5 bilhões e está crescendo por 12/15% ao ano. Com o contínuo interesse no sistema financeiro islâmico, há sinais positivos de que mais fundos vão ser lançados. Algumas grandes empresas ocidentais acabaram aderiram à briga ou estão a pensar no lançamento de produtos similares aos islâmicos.
Apesar destes sucessos, este mercado registou um recorde de baixa no mercado como a ênfase é sobre os produtos e não em atender as necessidades dos investidores. Nos últimos anos, muito têm um número de fundos fechados. A maior parte dos fundos tendem a meta elevada de património líquido indivídual e instituições corporativas, com mínimas variando entre investimentos US$ 50.000 para US$ 1 milhão. Mercados-alvo para fundos islâmicos variam, alguns aferem como seus mercados locais, por exemplo, daMalásia às regiões do Golfo para fundos de investimento. Outros claramente orientadas fora do Oriente Médio e o regiões do Golfo, o que alguns dizem ser para servir a comunidade muçulmana fora do mercado local.
Desde o lançamento de fundos de capital islâmicos no início dos anos 1990, houve a criação de referenciais próprios credível pelo índice Dow Jones do mercado islâmico (Dow Jones Indexes, pioneira em investimento de indexação islâmico em 1999) e do FTSE Global Islamic Index Series. O Web site failaka.com monitora o desempenho dos fundos de capital Islâmica e fornecer uma lista completa dos fundos islâmicos em todo o mundo.

Leis islâmicas nos negócios

Alcorão proíbe o jogo (referindo-se aos jogos de azar) e seguro de saúde ou de bens (também considerado algo em risco). O Hadith, além de proibir jogos (jogos de azar), também proíbe a Bayu al-gharar(negociação em risco, onde em árabe a palavra gharar significa "risco" ou excessiva incerteza).
Hanafi madhab(escola legal) no Islão define gharar como "cujas consequências que estão ocultas." A escola legalShafi define gharar como "aquele cujo carácter e as consequências estão escondidos" ou "aquela que admite duas possibilidades, com o menos desejável uma sendo mais provável." A escola legal Hanbali define como "a cujas consequências são desconhecidas" ou "o que é irrealizável, se existe ou não". Ibn Hazm da escola Zahiri escreveu "Gharar é quando o comprador não sabe o que ele comprou, ou o vendedor não sabe o que ele vendeu." O estudioso moderno do Islã, Professor Mustafa Al-Zarqa, escreveu que "Gharar é a venda de prováveis itens cuja existência ou características não são certas, devido à natureza arriscada que torna o comércio semelhante ao jogo." Há uma série de Hadith que proíbem negociação em gharar, muitas vezes dando exemplos concretos de operações gharar (por exemplo, vender as aves do céu ou o peixe na água, um bezerro nascer no seu ventre da mãe, etc.) Juristas têm procurado definições melhores ao termo. Eles também veio com o conceito de yasir (menor risco), uma operação financeira com um menor risco é considerado halal(permitido), enquanto que na negociação não menor risco ( "Bayu al-ghasar") é considerada uma haram .[4]
O que é gharar, exactamente, nunca foi plenamente decidida pelos juristas muçulmanos. Isto foi devido principalmente à complicação de ter que decidir o que é e o que não é um menor risco. Instrumentos derivados (tais como opções de ações) têm somente tornou comum relativamente recente. Alguns bancos islâmicos fornecem corretores para os serviços de negociação.

julho 09, 2020

ORGANOGRAMA YBBRIO BR


Financial Service Compensation Scheme – Temporary High Balances Coverage Extension

Prudential Regulation Authority publishes CP6/20

Financial Service Compensation Scheme – Temporary High Balances Coverage Extension

9 July 2020

This consultation paper (CP) sets out the Prudential Regulation Authority’s (PRA’s) proposal to extend coverage under the Financial Services Compensation Scheme (FSCS) for Temporary High Balances (THBs), from six months to twelve months from the date of deposit, or the first date the THB becomes legally transferable to the depositor. The proposed extension of coverage would be for a temporary period, and is being proposed in response to the impact of Covid-19 on residential property and investment markets, and access to banking services for some depositors. THB coverage would revert back to six months from Monday 1 February 2021. 

This CP is relevant to retail financial consumers who are currently, or who may become, THB depositors before Monday 1 February 2021. This CP is also relevant to the FSCS and to all PRA-authorised deposit-takers. 

YBBRIO NZ LIMETED New Zeland

Encontre a associação certa para o seu negócio.


 YBBRIO NZ office and company


YBBRIO NZ LIMETED

New Zeland


Level 31,2-6 Gilmer Terrace - Wellington 6011

Activities of investment trusts

YBBRIO AUTHORIZED UNO

Comitê de Direitos Humanos da ONU defende candidatura de Lula ...

AUTHORIZED UNO : 544600


Com o Registro UNGM United Nations Global  MarketPlace
sob numero : 544600

autorizado em 14/04/2018 as 18:57, podendo atuar com gestão de ativos  e gestão de dividas. 

Através de seu presidente Alexandre Yokoyama ,  autorizado a exercer as atividades . Agencia da ONU UNRWA (Agência das Nações Unidas de Assistência e Assistência aos Refugiados da Palestina no Oriente ).



AUTHORISED SUPPLIER NUMERO UNGM : 544600


Registrado : PNUD / OMS / ITC / UNICEF / UNRWA / UNOPS /ONU secretariado / AFDB /FIDA / OPAS / ONU Mulheres / PMD

Investidor institucional

Um investidor institucional é uma instituição que investe em nome de um grupo de interessados. Esse grupo pode ser formado por pessoas ou por outras empresas.

Os investidores institucionais geralmente têm uma finalidade específica de investimento. Ela pode ser:

  • investir em grandes projetos de infraestrutura;
  • comprar participações em empresas.

Por isso, todas as aplicações que esses fundos fazem têm um regulamento bem definido, descrito na política do fundo.

As organizações que são consideradas investidores institucional geralmente pertencem a uma das categorias a seguir:

  • seguradoras;
  • gestoras de investimento;
  • corretoras de valores;
  • bancos;
  • fundos de investimento;
  • fundos de pensão (aposentadoria);
  • family offices;
  • entidades de capitalização;

Compliance e a “Due Diligence”

A expressão inglesa “Due Diligence” em tradução literal significa “diligência prévia”, seu procedimento se trata de uma avalição de risco prévia a uma contratação, uma aquisição, uma celebração de parceria, sempre que se tenha um relacionamento jurídico e comercial relevante entre partes.

No campo do Compliance, a “Due Diligence” é muito valorizada e figura como um dos pilares relevantes dentro de um programa interno de prevenção.

Sob este prisma, temos que a organização, pela sua área de Compliance, deve buscar conhecer melhor seus parceiros comerciais, buscando saber quais são seus históricos de práticas comerciais, qual a estrutura administrativa e societária destes, bem como, se este possível parceiro já esteve ou se encontra envolvido em qualquer forma de prática comercial preocupante para o risco do negocio.

Também está inserido no escopo da “Due Diligence” a análise sobre o risco de um eventual negócio a ser celebrado. Neste ponto, o volume da transação comercial influencia diretamente na definição sobre a real necessidade e a profundidade da avaliação prévia.

Ou seja, quanto maior a negociação comercial, o empreendimento ou a aquisição, mais efetiva e profunda deve ser a diligência prévia realizada.