Postagens

O mercado financeiro atenua a tensão entre Estados Unidos e China, escondendo a preocupação com o impacto da guerra comercial no crescimento global e nas restrições à troca internacional de produtos

Imagem
O mercado financeiro atenua a tensão entre Estados Unidos e China, escondendo a preocupação com o impacto da guerra comercial no crescimento global e nas restrições à troca internacional de produtos. O cenário externo amanhece mais amigável e esse ambiente pacificado pode ajudar o Banco Central, neste dia de decisão sobre a taxa básica de juros.
O Comitê de Política Monetária (Copom) anuncia o patamar da Selic por volta das 18h e, após o alívio nos negócios locais ontem, a aposta majoritária é de que o juro básico permanecerá no piso histórico de 6,50% pela segunda vez seguida. O mercado doméstico teve um dia de caça às pechinchas, após as duras perdas.
A Bolsa brasileira teve a maior alta diária em quatro meses, ao passo que o dólar fechou de lado, no primeiro dia sem intervenção do BC via leilão de swap cambial desde o anúncio do lote extra. Aparentemente, a autoridade monetária venceu a batalha...
O foco do investidor fica, então, concentrado no comunicado da decisão do Copom hoje à n…

mercados financeiros funcionam normalmente não alivia a tensão do investidor com o início de uma guerra comercial entre Estados Unidos e China nem com a maior volatilidade nos ativos de risco

Imagem
A Copa do Mundo de Futebol correndo em horário comercial enquanto os mercados financeiros funcionam normalmente não alivia a tensão do investidor com o início de uma guerra comercial entre Estados Unidos e China nem com a maior volatilidade nos ativos de risco após ficar claro que a taxa de juros norte-americana vai subir quatro vezes neste ano.
Os jogos na Rússia até podem oferecer alguns de momentos de distração, com algumas surpresas no mercado surgindo bem na hora mais esperada da partida. Mas isso não deve suavizar a preocupação nos negócios. O cenário global continua sendo de muito estresse e a escalada dos conflitos comerciais, com Pequim retaliando Washington, pesam no exterior.
Os índices futuros das bolsas de Nova York exibem perdas aceleradas nesta manhã, prejudicando a abertura do pregão na Europa, após uma sessão de queda na Ásia. Contudo, o feriado na China hoje atenua a pressão negativa, mas o aumento do confronto entre as duas maiores economias do mundo inibem o apetite …

usar o pré-sal para compensar a Petrobras pelas variações na cotação do petróleo.

Imagem
Pressionado após baixar o preço do diesel, o governo avançou na ideia de rever os reajustes diários no valor da gasolina e já estuda formas de como fazê-lo. Uma das possibilidades é usar o pré-sal para compensar a Petrobras pelas variações na cotação do petróleo.

O Ministério de Minas e Energia propõe acelerar o contrato da cessão onerosa (acordo que deu à Petrobras o direito de explorar cinco bilhões de barris na Bacia de Campos). E, na sequência, leiloar o petróleo excedente nesses campos. A pasta estima obter R$ 80 bilhões — dinheiro que seria usado para segurar o preço da gasolina.

Só que o Ministério da Fazenda resiste à ideia e sugere, como solução, que os prazos do reajuste do combustível apenas sejam estendidos. A prática já é utilizada com o gás de cozinha (a cada três meses) e, após a greve dos caminhoneiros, com o diesel (todo mês).

De consenso no governo, apenas a estratégia de manter o presidente Michel Temer afastado da discussão. O Palácio do Planalto não quer passar a im…

4ª Rodada tem recorde de empresas inscritas

4ª Rodada tem recorde de empresas inscritas
A 4ª Rodada de Partilha da Produção tem número recorde de empresas inscritas para rodadas dessa modalidade. Ao todo, 16 grupos econômicos estão aptos a participar da licitação. A Comissão Especial de Licitação (CEL) analisou hoje (10/5) os pedidos de inscrição das 16 empresas que manifestaram interesse no leilão e todos foram aprovados. No ano passado, a 2ª e a 3ª Rodadas de Partilha tiveram 11 e 15 habilitadas, respectivamente. Entre as empresas que poderão participar da 4ª Rodada, estão as maiores do setor de petróleo e gás no mundo e duas são brasileiras. Das habilitadas, duas (DEA Deutsche Erdoel AG e Petronas Carigali SDN BHD) não têm contratos para exploração e produção de petróleo e gás natural no Brasil. Prevista para o próximo dia 7 de junho, a 4ª Rodada ofertará as áreas de Itaimbezinho, Três Marias, Dois Irmãos e Uirapuru, no pré-sal das bacias de Campos e Santos. A rodada foi aprovada pela Resolução CNPE nº 21/2017. Lista de emp…

.