Postagens

Giro pela mercado com o Ceo Alexandre Yokoyama

Imagem
COMGÁS paga hoje os dividendos: R$5,26 por ação(CGAS3) e R$5,79 por ação(CGAS5)...Petrobras fecha venda de sua fatia no campo de Azulão para a Eneva por U$54,4 milhões...Cemig consegue com bancos prorrogação parcial do exercício de opção de venda...Cade adia análise de fusões Ultragaz-Liquigás e Bayer-Monsanto...Oi confirma aprovação de novo plano de recuperação judicial pelo conselho...Usiminas diz que paralisação de atividade de Cubatão será de no mínimo 5 anos...Petrobras anuncia aumento de 7% na gasolina em dois dias...Localiza aprovou desdobramento de ações na proporção 3 para 1 ON...José Aurélio Drummond foi eleito diretor presidente global da BRF...PF prende ex-chefe da Casa Civil de Cabral em nova etapa da Lava Jato...Relator apresente texto enxuto para previdência e vê trabalho árduo para aprovar texto...TIM Participações (TIMP3) teve recomendação elevada para outperform pelo Itaú BBA com novo preço alvo de R$16,00 para 2018...Dommo, ex-OGX, comunicou que Paulo Narcélio apres…

Veja: Petrobras coloca à venda mais três campos de petróleo

Imagem
Veja: Petrobras coloca à venda mais três campos de petróleo A Petrobras deu início a fase não vinculante para venda dos direitos de exploração, desenvolvimento e produção em três conjuntos de campos terrestres (Polos Riacho da Forquilha, Buracica e Miranga), localizados nos estados do Rio Grande do Norte e Bahia. A companhia não informou os valores envolvidos com o negócio.

Petrobras, resultado fraco: lucro cai no trimestre

Imagem
Petrobras, resultado fraco: lucro cai no trimestre A Petrobras (BOV:PETR4) registrou lucro líquido de R$ 266 milhões no terceiro trimestre deste ano, queda de 16% na comparação com o trimestre imediatamente anterior. No acumulado dos nove meses de 2017, a companhia conseguiu reverter parte das perdas de R$ 17,33 bilhões (9M16) e registrou lucro líquido de R$ 5,03 bilhões. A Petrobras entende que contribuíram positivamente e negativamente para o resultado maiores exportações líquidas de petróleo e derivados, a preços mais elevados; menores margens e volume de vendas de derivados no Brasil; menores gastos com pessoal e com baixas de poços secos e/ou subcomerciais; ganho com a venda da NTS; redução da baixa contábil dos ativos; e maiores gastos com adesão a programas de regularização de débitos federais.

.

.