COMPLIANCE





Um compliance é importante por diversos motivos. O principal deles é trazer a confirmação de que o negócio a ser adquirido é o que realmente parece ser. Além disso, por meio do Processo de Due Diligence é possível obter as informações necessárias para avaliar a viabilidade de investimento, além de verificar se a transação comercial está em conformidade com critérios de investimentos ou de aquisição.

O processo de Compliance é também relevante para:
  • Ajudar a empresa a descobrir fraudes cometidas pelos fornecedores, funcionários ou clientes;
  • Expor fraquezas operacionais;
  • Avaliação de riscos e oportunidades;
  • Avaliar o grau de conformidade e se familiarizar com os esforços realizados para garantir compliance.
  • Por ser um trabalho de ampla abrangência, a primeira coisa a ser feita é formar uma equipe multidisciplinar, com profissionais com conhecimento nas áreas de:
    • Controladoria;
    • Contabilidade;
    • Finanças;
    • Recursos Humanos;
    • Tributos;
    • Administração Geral; e
    • Avaliação de empresas (Valuation).
  • Para fazer uma Compliance, a área de planejamento e controladoria verifica a viabilidade ou não de Investimentos Operacionais. Nesse caso, as variáveis a serem ponderadas são várias.
    É preciso, por exemplo, analisar quanto de retorno o investimento trará para a empresa (ROI), em quanto tempo os ganhos compensarão o valor desembolsado (Payback) e também saber se o caixa da empresa está preparado para arcar com a aquisição. Isso porque, conforme você sabe, um novo Investimento Operacional só faz sentido se contribuir para o lucro da empresa, seja aumentando as Receitas, ou reduzindo Custos e Despesas.
  • Neste  processo de Due Diligence envolve também a análise de indicadores financeiros, informações como Valor Presente Líquido (VPL)Valor Presente Líquido Atualizado (VPLa), Índice Benefício/Custo (IBC), Retorno sobre o Investimento (ROI)Taxa Interna de Retorno (TIR)Payback e Ponto de Fisher devem ser analisadas.



Um compliance é um processo de auditoria em que são verificados eventuais passivos pré-existentes ou possíveis de ocorrem devido a fatos anteriores. 

Este questionário foi elaborado com base em padrões usuais de mercado, mas de forma reduzida, não dispensando uma análise mais detalhada do negócio por especialistas (analistas).

Sendo assim o(s) sócio(s) da empresa deve(m) responder às questões da forma mais verdadeira e transparente possível. Se tiver dúvida sobre alguma questão, estamos à disposição para esclarecer o objetivo do item antes de responder. (projetos@ybbrio.com) , ou com seu consultor ybbrio  responsável pelo seu projeto.

A existência de qualquer apontamento ou dívida não implica em impeditivo para efetivação do investimento, pois o importante é a sua relevância para o negócio.

A indicação de apontamento, ou mesmo dívida, pode ser feita até o momento da assinatura dos documentos finais. A partir daí, a responsabilidade pelos apontamentos ou dívidas deve ser negociada entre empresa e investidores.

O que for apurado na due diligence pode resultar em alterações na avaliação da empresa ou mesmo na estrutura financeira e jurídica da operação.


1 - Cópias (simples) do contrato social da empresa bem como de todas as empresas que tenham alguma ligação (isto é, que tenham tido algum tipo de participação da empresa e/ou dos sócios atuais/anteriores, mesmo que desativadas ou que o sócio não faça mais parte do quadro societário) bem como indicar seu CNPJ (se não constar no contrato social).

Cópias (simples) dos documentos dos sócios (RG/CPF/Comprovante de residência), certidões negativas de Protestos, Receita Federal, dos Foros Federais, Estaduais, Trabalhista e Criminal, dos locais aonde residiu nos últimos 5 (cinco) anos.

E os documentos abaixo para empresas que tenham mais de 1 (um) ano de existência: 4.

Cópias (simples) de todas declarações (DIPJ, DIRF, DCTF, GIAs, etc) entregues pela empresa nos últimos 5 anos.
Certidões negativas da Receita Federal, INSS, FGTS, Estadual, Municipal e dos Foros Federais, Estaduais e Trabalhista (obs.: caso alguma certidão não possa ser emitida, anexar extrato com apontamentos de pendências e esclarecimentos que se façam necessários

Atenção! Algumas certidões têm prazo de validade, por isso é importante ter em mente a estimativa de quando será o fechamento ao retirar as certidões.

1.      Os sócios possuíram e/ou possuem participações em outras empresas?
Em sim, relacionar as mesmas (sócio, %, empresa, CNPJ, data de entrada/saída)

2. A empresa e/ou seus sócios e/ou outras empresas (incluindo anteriores) possuem passivos (dívidas/débitos)? Em sim, relacionar as mesmas (devedor, credor, origem do débito, valor)

3. Os sócios já tiveram participação em empresa que tenha entrado em falência/recuperação judicial/concordata? Em sim, relacionar as mesmas (empresa, situação, data)

4. Existe algum débito/crédito/mútuo entre a empresa e seus sócios ou terceiros? Em sim, relacionar (devedor/credor, valor, data, prazo)

5. Anexar planilha com o valor do faturamento mensal da empresa nos últimos 12 meses? (Relacionar mês-a-mês)

6. Quantos prestadores de serviço e/ou funcionários a empresa tem atualmente e quantos já teve contratados? Informar qual regime de contratação (CLT, PJ, cooperado, informal, etc.), e função/cargo. 

7. A empresa e/ou os sócios foram e/ou são réus em alguma ação judicial? Em sim, relacione (no. processo, vara, autor, objeto, data, valor, situação atual)

8. A empresa e/ou os sócios foram e/ou são autores em alguma ação judicial? Em sim, relacione (no. processo, vara, réu, objeto, data, valor, situação atual)

9. A empresa possui algum depósito de marca e/ou patente no INPI ou em qq. orgão internacional equivalente? Em sim, relacionar (marca/patente, data do depósito, situação)

10. É de conhecimento da empresa e/ou dos sócios quaisquer possíveis (mesmo que remotas) violações legais e/ou de direitos de terceiros até o presente momento? Em sim, relacionar as mesmas. (eventuais passivos que apareçam futuramente referentes até o momento atual que não sejam discriminados, serão de exclusiva responsabilidade dos sócios atuais).

11. Relacionar todos os contratos vigentes que a empresa tenha com terceiros, incluindo acordos societários, opções de compra e venda, etc. (nome das partes, data, prazo, valor, objeto):


12. Além dos contratos relacionados no item anterior a empresa e/ou seus sócios tem algum compromisso/promessa (verbal e/ou escrito) perante terceiros que possa representar ônus para a mesma? Em sim, relacionar (nome da parte, objeto do compromisso, valor estimado, condições)

13. Relacionar todos ativos (intangíveis e tangíveis) que a empresa possui atualmente:

14. Relacionar as principais despesas (fixas e variáveis) mensais que a empresa tem atualmente:

15. Relacionar as principais receitas (fixas e variáveis) mensais que a empresa tem atualmente:

16. Relacione os bancos/agência/no. conta corrente da empresa:

17. Relacione os principais fornecedores (que tenham representado no total 90% das despesas dos últimos 12 meses) (razão social, CNPJ, valor total fornecido nos últimos 12 meses).

18. Relacione os principais clientes (que tenham representado no total 90% das receitas dos últimos 12 meses) (razão social, CNPJ, valor total faturado nos últimos 12 meses).

19. A empresa tem contratos com empresas ligadas ao governo ou partidos políticos? (se sim, listar)


*Devera ser anexado o Business Plan da empresa junto com este processo de due diligence e o analise mercadologico do projeto.

Anexar documentos declarando: