RISK MANAGEMENT

Gerenciamento de Riscos

Como Contraparte Central para o mercado de Derivativos, a clearing integrada solicita aos seus participantes que depositem garantia como meio de proteção ao risco associado às suas operações. Se o participante ficar inadimplente, a Câmara será responsável pela liquidação de suas negociações, no entanto, poderá usar a garantia depositada pelos participantes para compensar as perdas que possam ocorrer.
A margem de garantia é definida pelo risco de encerramento de um portfólio que a câmara enfrenta.
Para calcular o risco de encerramento de um portfólio contendo posições e garantias de múltiplos mercados e classes de ativos, a B3 desenvolveu uma medida de risco inovadora: Close-Out Risk Evaluation (CORE).

Principais características do CORE:

  • Calcula o pior fluxo de caixa diário acumulado durante o processo de encerramento do portfólio;
  • Calcula o risco conjunto de posições e garantias;
  • Contempla três tipos de risco: mercado, liquidez de posições e garantias, e fluxo de caixa;
  • Define a estratégia de encerramento por tipo de posições e de garantias;
  • Perda severa (teste de estresse): nível de confiança de 99,96% (1 crise a cada 10 anos);
  • Considera 10 mil cenários: históricos (desde 2002), quantitativos e prospectivos;
  • Possui múltiplos horizontes de risco: operações de encerramento são diárias, podendo ocorrer no período de 1 a 10 dias; e
  • Aplica apreçamento completo.

No Brasil utilizamos o modelo de beneficiário final, as contas do sistema de gerenciamento de garantias da B3 são segregadas por cada proprietário beneficiário em contas de custódia específicas. O sistema atualiza as posições dos investidores em tempo real.