dezembro 02, 2020

C&A irá reaver R$ 120 milhões em impostos; Itaú diminui participação acionária para 4,934%

 C&A Modas irá reaver R$ 120 milhões em restituição de impostos PIS/Cofins das operações da Zona Franca de Manaus. Os valores relativos às competências a partir de maio/2018 já têm seus efeitos reconhecidos nas demonstrações financeiras divulgadas anteriormente.

O Fato Relevante foi divulgado na noite desta terça-feira pela empresa (BOV:CEAB3). Segundo o documento, o recurso tramitou na Justiça Federal.

“Com o trânsito em julgado na data de 30 de novembro de 2020, a companhia teve reconhecido o direito de reaver, mediante compensação, os valores”, informou o comunicado.

“Ressaltamos que, para aproveitamento do referido crédito, tal valor ainda deverá ser objeto de habilitação via procedimento administrativo perante a Receita Federal”, concluiu.

Itaú Unibanco diminui participação na empresa

Itaú Unibanco, através de fundos de investimentos geridos pelo banco, diminui participação acionária na C&A para 4,934%, totalizando 15.210.604 ações.

O Itaú declarou que tal participação não tem o objetivo de alterar a composição do controle ou a estrutura administrativa da sociedade.
A varejista de moda C&A teve prejuízo de R$ 28,2 milhões no terceiro trimestre, revertendo assim o lucro de R$ 19,1 milhões registrado no mesmo período do ano passado. O recuado é explicado, entre outros fatores, com a queda da receita, decorrente de menores vendas, e a piora do resultado operacional.