August 17, 2020

Giro pela noticias

 Metade da população isenta Bolsonaro da culpa pelas mortes do coronavírus. Se conseguir manter essa avaliação positiva, crescem as chances de reeleição em 2022.

Ruídos vindos de Brasília em relação à questão fiscal podem incomodar mais os negócios, em meio à falta de sintonia entre o presidente Jair Bolsonaro e o ministro Paulo Guedes, que pode estar com os dias contados no governo, sendo substituído por Roberto Campos Neto, do Banco Central.

Não há nada de concreto, mas são rumores que o investidor acompanha, de olho nos sinais que vêm de Brasília.

Poderes

Os investidores e economistas ortodoxos defendem o controle das despesas, mesmo com o país já quebrado e sabendo-se que a crise das dívidas será um tema global em um cenário pós-coronavírus. Mas esse jogo tem data para acabar: dia 31 a proposta do Orçamento tem de ser entregue.

Justiça

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou na última sexta-feira (14) que o ex-assessor Fabrício Queiroz e a mulher dele, Márcia Aguiar, voltem para a prisão domiciliar. A decisão de Gilmar aconteceu menos de 24 horas depois de o ministro Félix Fischer, relator do caso das rachadinhas no STJ (Superior Tribunal de Justiça), cassar a prisão domiciliar do casal…

Prestes a ser julgado por seus pares no Conselho Nacional do Ministério Público, o procurador chefe da Lava Jato, Deltan Dallagnol, recusou propostas de uma saída honrosa. Houve sugestões de promoção de cargo, viagem ao exterior, ideias para afastá-lo do comando da Lava Jato de uma maneira menos traumática…

Economia

Sob pressão para gastar mais, o ministro da Economia, Paulo Guedes, admitiu a possibilidade de prorrogar novamente o auxílio emergencial e investir mais também em obras inacabadas, desde que com “moderação”, e debaixo do teto de gastos. A ideia agrada ministros da chamada ala política do governo, em um momento de boa popularidade de Bolsonaro e eleições municipais. Mas a conta é difícil.

Agenda Econômica

A semana começa com as tradicionais publicações do dia no Brasil, a saber, o relatório de mercado Focus, do Banco Central (8h25), e os dados parciais da balança comercial neste mês (15h). No exterior, saem o índice regional de atividade em Nova York (9h30), além de dados do setor imobiliário norte-americano (11h) e sobre o fluxo de capital de/para os EUA (17h).

Para os próximos dias, além da ata do Federal Open Market Committee (FOMC ), comitê responsável pela definição da taxa básica de juros nos EUA, o mercado segue em compasso de espera pela aprovação do pacote fiscal pelos congressistas norte ameri- canos, que pode trazer algum alento no humor dos investidores.