"FATO RELEVANTE"

"Nossa empresa não opera com intermediários , não cobramos comissões sobre os projetos em analises.” Somente com o correspondente em Goiânia ,Fernando ferronato ferronato@ybbrio.com.

.

.

maio 14, 2020

Dólar bate novo recorde, pacote bilionário

Brasil

O ministério da economia avaliou que se o período de isolamento social causando paralisação avançar em junho, o PIB do país deve perder R$ 5 bilhões por semana no segundo semestre e R$ 7,5 bilhões em 2021.

O STF autorizou a divulgação dos exames para coronavírus do presidente Jair Bolsonaro, que deram negativo. O primeiro exame, com codinome Airton Guedes, foi realizado em 12 de março, logo quando o líder do executivo retornou da viagem aos EUA, quando pelo menos 23 pessoas da comitiva testaram positivo. A defesa do presidente apresentou no total três exames feitos com RG e CPF do presidente mas com codinomes.

Os investidores estarão atentos no veto do presidente ao reajuste dos funcionários públicos no projeto de ajuda a Estados e municípios e aos avanços do Centrão em busca de cargos no governo.

Ibovespa e dólar ontem

Após atingir a máxima de R$ 5,95, o dólar comercial futuro recuou mas novamente fechou com recorde, vendido a R$ 5,895.

O discurso do FED pela manhã, dizendo que uma crise duradoura pode se aprofundar e não deve adotar uma taxa negativa nos juros, levou a moeda para próximo dos R$6,00 e só conseguiu recuar após leilão de US$ 880 milhões de swap cambial.

O Ibovespa fechou com leve queda de 0,13%, a 77.772 pontos, descolando do tombo dos EUA. Destaque positivo para os frigoríficos BRF e JBS, empresas que se beneficiaram com a alta do dólar (Suzano e Vale) e da Via Varejo.

Em dia vencimentos de opções sobre o índice, volume financeiro negociado no Ibovespa foi de R$ 25,11 bilhões. Na mínima, o índice atingiu 77.151 pontos (-0,92%), e na máxima 78.911 pontos (+1,33%).

Divulgação de resultado trimestral hoje

As atenções estão voltadas para a safra de balanços. É o dia que mais vai pegar fogo resultados da Azul (AZUL4) e CCR (CCRO3) antes do mercado. Destaque também para outras empresas do Ibovespa como a B3 (B3SA3), Bradespar (BRAP3/BRAP4), CPFL (CPFE3), (CSNA3), Cyrela (CYRE3), Energisa (ENGI11), Fleury (FLRY3), JBS (JBSS3), Localiza (RENT3), Sabesp (SBSP3), Taesa (TAEE11) e mais companhias que não fazem parte do índice. O grande destaque do dia fica por conta da Petrobras (PETR3/PETR4) que também divulga seu resultado após o fechamento do mercado.

Agenda Econômica

Hoje saem novos dados de pedidos de seguro-desemprego nos EUA (09h30) que devem elevar para 35 milhões o total de desempregados em oito semanas. No mesmo horário, saem os preços de importação e de exportação no país em abril.

O grande destaque da agenda vem da China que anuncia dados sobre a atividade na indústria e vendas no varejo do mês passado, além dos investimentos em ativos imobiliários de abril. Na Alemanha, saem dados de inflação.

A agenda econômica interna traz apenas dados regionais da produção industrial em março (9h).

■ Commodities  

Minério de ferro: Contratos futuros do minério de ferro negociados na bolsa de Dalian fecharam em alta de +1,09%, cotados a 647.500 iuanes, equivalentes hoje a US$ 91,29.

Petróleo WTI:  +5,26% (US$ 26,62, barril).

Petróleo Brent:  +4,28% (US$ 30,44 barril). 


Nome
PreçoVar(%)
US Dollar vs BRL5,93+0,73%
Euro vs BRL6,40+0,52%
Sterling vs BRL7,23+0,31%
Yen vs BRL0,06+0,74%