"FATO RELEVANTE"

"Nossa empresa não opera com intermediários , não cobramos comissões sobre os projetos em analises.” Somente com a plataforma operacional Brasil em Goiânia esta autorizada a nos representar , ferronato@ybbrio.com.

.

.

abril 07, 2020

Desaceleração do coronavírus na Ásia e na Europa faz Ibovespa futuro subir forte

Mercados... Mercados asiáticos continuaram operando em tom positivo nesta 3ªf, com bolsas de Tóquio, Hong Kong e Xangai acumulando altas da ordem de 2,0%. Na zona do euro, ativos de risco abriram com o mesmo viés altista verificado nos pregões asiáticos, com o STOXX 600, índice que abrange ativos de diversos países do bloco, saltando 2,7% até o momento. Em NY, índices futuros acumulam ganhos da ordem de 3,0%, sinalizando mais uma abertura favorável para ativos de risco americanos. Enquanto isso, o dólar (DXY) perde força, registrando a maior queda contra seus principais pares do G10 desde março. No plano das commodities, ativos passaram a acompanhar a melhora de ambiente para os mercados. O preço do petróleo (Brent Crude) avança 2,5%, negociado próximo aos US$ 33,00/barril, repercutindo novos sinais de que os maiores produtores estão próximos a um acordo pelo corte de produção da commodity. 
Manhã de forte recuperação... Mercados globais ensaiam mais um dia de alta em meio ao maior otimismo em torno da disseminação do vírus em algumas das maiores economias do mundo. Sinais de que a curva de infectados está entrando em uma descendente na Itália e na Espanha e de que já se verificada avanços no achatamento da curva em Nova York continuam dando ímpeto às bolsas na manhã desta 3ªf. 
Longe do fim... Os sinais são positivos, mas ainda é cedo para garantir que o pior já passou, principalmente tendo em vista que os dados (hard data) que apontarão para os estragos nestas economias apenas começaram a ser divulgados. Tendo isso em vista, ainda acreditamos que uma volta mais sustentável dos mercados é improvável, e que continuaremos tendo dias de forte volatilidade nas próximas semanas. 
Agenda...  O dia tem agenda econômica praticamente esvaziada, com destaque apenas para os dados de crédito do consumidor do Federal Reserve nos EUA (16h).   
Último pregão 
Ibovespa: +6,52% aos 74.072
Real/Dólar: -1,31% cotado 5,28
DI Jan/21: -24 bps cotado a 7,76%
S&P 500: +7,03% cotado a 2.663

NomePreçoVar(%)
US Dollar vs BRL5,21-1,47%
Euro vs BRL5,67-0,68%
Sterling vs BRL6,44-0,56%
Yen vs BRL0,05-1,29%

por Guide Investimentos 
Fonte: ADVFN