"FATO RELEVANTE"

"Nossa empresa não opera com intermediários , não cobramos comissões sobre os projetos em analises.” Somente com o correspondente em Goiânia ,Fernando ferronato ferronato@ybbrio.com.

.

.

abril 29, 2020

Brasil pode ser novo epicentro do Covid-19

Coronavírus
ARTIGO: Como a COVID-19 irá afetar as economias na América Latina ...O Brasil ultrapassou a China no número de óbitos por Covid-19, somando pouco mais de 5 mil mortes, após o salto de 474 registros nas últimas 24 horas, mas o presidente Jair Bolsonaro debochou da situação do coronavírus no país. “E daí? Lamento. Quer que eu faça o quê? Eu sou Messias, mas não faço milagre”, respondeu à pergunta de um repórter em frente ao Palácio do Alvorada, referindo-se ao personagem bíblico.
A Pfizer anunciou ontem que começou a testar uma vacina contra a Covid-19 que, caso funcione com segurança, poderá ser usada em caráter emergencial ainda no segundo semestre deste ano. O laboratório suíço Saiba Biotech também anunciou que trabalha numa vacina contra o vírus, com investimento é estimado em US$103 milhões e lançamento esperado para meados de outubro. Se for bem sucedida, a empresa garantiu que pode ser produzida em larga escala.
Os Estados Unidos alcançaram ontem 1 milhão de casos confirmados da doença, mas o presidente Donald Trump afirmou que o país só reportou essa marca simbólica porque possui testes melhores. 
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nessa terça-feira (28) que o país está considerando testar passageiros de voos internacionais provenientes de locais com grande número de casos de coronavírus, segundo a agência de notícias Reuters. Ele afirmou que o Brasil pode ser incluído nessa medida, porque é um dos países que "está entrando na categoria" de polo do vírus. 
"Estamos estudando fazer isso para voos internacionais procedentes de áreas que estão altamente infectadas", disse Trump em evento na Casa Branca.
De acordo com a Reuters, ele afirmou que o governo norte-americano está trabalhando com companhias aéreas em relação ao plano, que pode entrar em vigor "em um futuro muito próximo"..
Brasil
Os investidores estarão de olho nos desdobramentos da indicação do advogado-geral da União, André Luiz de Almeida Mendonça, para o Ministério da Justiça, que agradou a bancada evangélica. O novo diretor-geral da PF, Alexandre Ramagen, amigo da família do presidente, também estará no centro das atenções, pois caberá a ele acompanhar as investigações envolvendo Bolsonaro e seus filhos.
Outra preocupação será com a investigação autorizada pelo Supremo Tribunal Federal sobre as acusações feitas por Sérgio Moro contra o presidente
Ibovespa e dólar ontem
Por aqui, o mau humor passou longe e o mercado operou em alta firme durante toda a sessão. O Ibovespa fechou esta terça-feira em alta de 3,93% aos 81.312 pontos, com volume financeiro de R$ 27,2 bilhões , mostrando forte recuperação pelo segundo dia seguido (onde acumulou ganhos de 7,94%), voltando ao patamar de 81 mil pontos pela primeira vez desde 13 de março.
O Destaque mais uma vez fica com a Via Varejo, líder com folga do volume do dia e alta de 19,42%. Em dois dias, a dona das Casas Bahia e do Ponto Frio dispara 41,69%, o avanço mais forte desde 2014.
Apenas 13 dos 73 papéis terminaram no vermelho, com destaque para as ações ordinárias do IRB Brasil, Suzano e GPA.
O dólar comercial finalmente registrou forte queda, de 2,59%, cotado a R$ 5,51. É a primeira queda em seis pregões com o dólar futuro encerrando o dia em R$ 5,496.
A atuação do Banco Central, que hoje vendeu US$894,7 milhões em operações compromissadas com títulos soberanos e mais US$500 milhões em rolagem de swap cambial para junho, foi destacada como motivo para aliviar a moeda. Para amanhã, já está programada nova rolagem de até 10 mil contratos para junho.
Agenda Econômica
A agenda econômica do dia segue carregada e traz como destaque os indicadores e eventos programados nos EUA. No fim do dia, a China informa os índices dos gerentes de compras (PMI) sobre a atividade nos setores industrial e de serviços em abril.
Por aqui, vale a pena ficar de olho no resultado deste mês do IGP-M, que deve desacelerar em relação à alta apurada em março, e também a leitura final do índice de confiança da indústria, que deve cair ao menor nível da série. Ambos serão conhecidos às 8h. Depois, às 10h, é a vez do resultado das contas públicas em março. À tarde (14h30), saem os dados semanais do Banco Central sobre a entrada e saída de dólares (fluxo cambial). O Tesouro também divulga os resultados da Previdência com analistas esperando déficit de R$ 19 bilhões, ainda sem grande impacto do coronavírus.
Às 9h30min vai ser divulgado o Produto Interno Bruto dos Estados Unidos. O projetado é uma queda de 4%. Nesse mesmo dia serão divulgados às 11h30min dados do estoque de petróleo. O país enfrenta dificuldade de estocagem do produto com o excesso de oferta e pouca demanda em função da pandemia
O FED decide também nesta quarta sobre os juros nos Estados Unidos por. Logo depois ocorre a entrevista coletiva do presidente da BC americano, Jerome Powell.
“Não é provável que o Fed faça qualquer alteração na taxa de juros até que a epidemia passe completamente, o que acreditamos deva acontecer só em 2023.  Agora os mercados estão precificando a recuperação da economia para o terceiro trimestre deste ano e nós queremos saber qual é a projeção do Fed”, disse Jim Caron, estrategista-chefe de mercados globais no banco Morgan Stanley, à CNBC.
■ Commodities  
Minério de ferro: Contratos futuros do minério de ferro negociados na bolsa de Dalian fecharam em queda de -0,58%, cotados a 595.500 iuanes, equivalentes a US$ 84,20. 
Petróleo WTI:  +15,40% (US$ 14,24, barril).
Petróleo Brent:  +4,79% (US$ 21,44 barril). 

NomePreçoVar(%)
US Dollar vs BRL5,46-0,76%
Euro vs BRL5,92-0,64%
Sterling vs BRL6,77-1,03%
Yen vs BRL0,05-0,48%