"FATO RELEVANTE"

"Nossa empresa não opera com intermediários , não cobramos comissões sobre os projetos em analises.” Somente com a plataforma operacional Brasil em Goiânia esta autorizada a nos representar , ferronato@ybbrio.com.

.

.

março 10, 2020

Infomativo numero 072020 - Compliance Projetos



Informamos que os analises de compliance so dara inicio apos toda documentação entregue , entre elas o sumario executivo , estudo mercadologico e business plan.

balancing-byod-and-securityPodendo levar ate 90 dias , dependendo das informações transmitidas e apuradas.

"Podemos salientar que o analise de compliance não determina aprovação de credito e sim analise de risco e apuração de dados da empresa e autarquias governamentais para busca de informações e assim termos a legitimidade das mesmas para enviar ao fundo no Reino Unido."

Sendo assim todo plano de negocios ou Business Plan deve conter informações como, razão social da empresa, endereço completo, logomarca da empresa, nome da pessoa responsável pela elaboração do plano, mês e ano da elaboração e o número da cópia ou edição.

·       Índice: Desempenha função semelhante a qualquer outro índice, servindo para que o leitor localize mais rapidamente as informações que lhe for pertinente, uma vez que, cada leitor possui interesses particulares e específicos na análise de um documento desta natureza.

·     Sumário executivo: Deve conter uma síntese do plano, ou seja, deve conter de forma resumida os seus pontos principais, mostrando todas as vantagens do potencial negócio. Esta seção do plano deve motivar o leitor a seguir com a análise do documento.

·       Descrição da empresa: Finalizada as seções preliminares do plano de negócios, a próxima etapa a ser desenvolvida é a descrição da empresa. Nesta seção, devem ser explicitas as informações principais da empresa como: o que a empresa irá oferecer, quais serão os seus produtos ou serviços, como a empresa foi fundada ou qual foi a ideia que motivou a elaboração do plano, qual o seu ramo de atividade, quem são os seus potenciais clientes, quais serão os diferenciais competitivos oferecidos pela empresa, onde ela se localizará, qual a sua área de atuação (regional, nacional ou internacional), qual a sua equipe gerencial e registros necessários.

·   Planejamento estratégico: Etapa indispensável do plano de negócios onde deve-se explicitar todas as estratégias a serem adotadas pela empresa para que os objetivos almejados possam ser concretizados. O planejamento estratégico deve ser utilizado como sustentação e apoio para as tomadas de decisões. O processo de planejamento estratégico segue as seguintes etapas: 


           1. Declaração da visão e missão e da empresa;
           2. Análise do ambiente externo para identificação de oportunidades e ameaças de mercado;
      3. Análise do ambiente interno para identificação dos pontos fortes e fracos da empresa;
           4. Análise setorial para complementar a análise do ambiente externo;
           5. Análise da concorrência;
           6. Análise de sensibilidade para mapear o perfil e as preferências do consumidor;
           7. Construção da matriz SWOT;
 8. Construção da matriz de relacionamento e estabelecimento das estratégias;

Descrição dos produtos e serviços: Seção dedicada a descrição detalhada dos produtos e/ ou serviços que a empresa irá ofertar ao mercado. Com essa descrição, é possível que o empreendedor realize uma comparação entre os produtos/ serviços já existentes no mercado com os que se pretende lançar, podendo desta maneira vislumbrar o que os concorrentes possuem de superioridade e inferioridade. Com a descrição dos produtos/ serviços e a análise mercadológica da seção anterior é possível definir as estratégias de produto.

·       Plano de marketing: Desenvolvimento do composto de marketing (4Ps) com a revisão ou definição das estratégias de: produto/ serviço, preço, praça (distribuição) e promoção.

·       Plano de vendas: Seção dedicada a especificação da previsão de vendas para curto e médio prazo. Além de estabelecer as metas, esta seção fornece informações cruciais para que seja possível executar posteriormente a análise de viabilidade do negócio.

·       Definição do plano operacional: Seção dedicada a descrição do funcionamento da empresa, contendo a especificação da estrutura organizacional (organograma), descrição das máquinas, equipamentos e recursos humanos necessários, especificação dos Layouts, estratégias de programação da produção, roteiros de fabricação, B.O.M (Bill Of Material), procedimentos e instruções de trabalho, softwares de gestão e controles que serão adotados.

Uma outra parte fundamental do plano operacional refere-se à apuração dos custos. Nesta etapa do plano, o empreendedor deverá definir e oficializar o método de custeio que a empresa irá utilizar, bem como as razões de sua escolha e as suas vantagens. Existem diferentes tipos de métodos de custeio, cada um com suas vantagens e desvantagens. Porém, o critério fundamental para se optar por um ou outro método está na utilidade dos relatórios, que dentro do plano de negócios, são vistos como a base para as tomadas de decisões e não apenas como demonstrativos contábeis para fins legais. O quadro a seguir apresenta os métodos de custeio existentes e suas respectivas vantagens e desvantagens.

A parte final do plano operacional deve especificar os critérios de controle de qualidade. O objetivo é manter o nível de qualidade de acordo com as especificações demandadas, reduzindo ao máximo os possíveis problemas. Desta forma deverá ser elaborado pelo empreendedor um plano de qualidade (inspeção e testes), que deve considerar:

·       Pontos do processo que necessitam de verificação;
·       Tipo e método de verificação (e equipamentos a serem utilizados, quando relevante);
·       Qualificação da pessoa responsável pela verificação;
·       Critérios de aceitação/ rejeição (por meio de parâmetros ou comparação com amostras ou padrões aprovados);
·       Registros a serem mantidos e certificados requisitados.
   
   
    Plano financeiro: Seção onde deve-se realizar uma análise detalhada do fluxo de caixa projetado com o objetivo de propiciar a análise de viabilidade do negócio. No plano de negócios o papel fundamental do plano financeiro é apresentar projeções de desempenho futuros da empresa, que se bem desenvolvidos, poderão transmitir maior confiabilidade aos leitores. No plano de negócios, a seção financeira deverá compreender as seguintes etapas: plano de vendas, planilha descritiva de custos, plano de investimentos, fluxo de caixa, balanço patrimonial, demonstração de resultados do exercício e análises complementares como, BEP – Break Even Point (ponto de equilíbrio), ROI – Retorno sobre o investimento, PAYBACK, TIR, VPL, entre outras técnicas pertinentes como, índice de liquidez, índice de atividade, índice de endividamento, índice de lucratividade, etc. 















Compliance Document