novembro 07, 2019

Giro pelo mercado

Cenário externo 

Mercados… Bolsas asiáticas fecharam predominantemente em alta, com as bolsas de Tóquio (+0,1%) e Hong Kong (+0,6%) acumulando ganhos na sessão. Na zona do euro, índices de mercado iniciam o dia com tendência altista: o índice pan-europeu, STOXX 600, avança 0,3% até o momento. Nos EUA, índices futuros no verde indicam que devemos ter uma abertura favorável em NY, enquanto o dólar (DXY) recua contra seus principais pares. Na frente das commodities, ativos acompanham dinâmica positiva dos mercados. O preço do petróleo (Brent crude) volta a avançar (+1,1%), recuperando parte das perdas de ontem e se mantendo próximo dos US$ 63,00/barril. (por: Guide Investimentos)  
Na agenda… Grande destaque da agenda internacional, a produção industrial de setembro na Alemanha voltou a decepcionar expectativas, reforçando o quadro de fraqueza da maior economia do bloco europeu. No decorrer do dia, o investidor ainda avalia os pedidos de auxílio desemprego (10h30) e os números do crédito ao consumidor de setembro (17h) nos EUA, além da decisão de política monetária no Reino Unido, anunciada pelo BoE (BC inglês) às 9h. (por: Guide Investimentos)

■ Brasil 

Megaleilão …Apesar de ainda ser o maior leilão de óleo do mundo e gerar quase R$ 70 bilhões de receita para o governo, os resultados do megaleilão da cessão onerosa foram decepcionantes. Dois dos quatro campos (Atapu e Sépia) não receberam lances, enquanto os dois que foram vendidos receberam uma única oferta que surgiu da Petrobras. Na venda do acesso ao campo de Búzios, duas petroleiras chinesas compraram pequenas parcelas de 5% cada, em parceria com a Petrobras, que levou 90% da licitação. O interesse das petroleiras estrangerias foi praticamente 0.(por: Guide Investimentos) 

■ Commodities 

Minério de ferro: Os contratos futuros mais líquidos do minério de ferro negociados na bolsa de Dalian, na China, tiveram queda de -0,24% a 611 iuanes. 
Petróleo: WTI: +1,37% (US$ 57,12). Brent: +1,33% (US$ 62,56)
Ouro: Os contratos de referência do Ouro, com vencimento em dezembro:  a US$ 1.485,35 , baixa de  -0,53%.