July 08, 2019

Termômetro Mercado



Empresas
blank
Petrobras (PETR4): O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) pode julgar hoje o Termo de Compromisso de Cessação de Prática (TCC) da Petrobras voltado ao mercado de gás natural. O acordo é o pivô do processo de abertura do mercado de gás natural no país.

Tecnisa (TCSA3): A construtora Tecnisa anunciou uma oferta subsequente (follow on) de 300 mil ações, que pode render captação de R$ 411 milhões, considerando a cotação de fechamento do papel de ontem (R$ 1,37), de acordo com fato relevante. O valor da operação pode aumentar, caso haja demanda pelos papéis complementares. Podem ser ofertadas mais 105 mil ações, o equivalente a 35% da oferta.

CCR (CCRO3): A CCR deverá recorrer nos próximos dias de uma decisão em segunda instância que decidiu pela anulação de um aditivo que prorrogou por sete anos a sua concessão na SPVias, responsável por 516 km de estradas no interior de SP. O grupo apresentará o recurso no Supremo Tribunal de Justiça (STJ) e poderá ir até o Supremo Tribunal Federal (STF), diz reportagem do Valor Econômico.

Camil (CAML3): A Raízen, joint-venture entre Cosan e Shell, transferiu a atividade de empacotamento de açúcar refinado à Camil, que investiu R$ 550 mil numa nova fábrica para ensacar até 550 mil toneladas do produto por ano. O acordo tem validade de 40 anos.

BR Properties (BRPR3): A BR Properties informou que vendeu ao Fundo de Investimento Imobiliário FII UBS (BR) OFFICE uma participação de 59,70% do imóvel comercial denominado Edifício Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro (RJ), por R$ 184,8 milhões.

AES Tietê (TIET11): A AES Tietê informa que aprovou um aumento de capital por meio da capitalização parcial da reserva especial de ágio de subscrição privada, no valor de R$ 57,961 milhões, mediante a emissão de 11.090.552 novas ações preferenciais e 17.057.152 novas ações ordinárias.

Triunfo (TPIS3): A Triunfo Participações e Investimentos informou que a Econorte foi intimada judicialmente da decisão liminar proferida pela 1ª Vara Federal de Jacarezinho, nos autos da Ação Civil Pública de Improbidade Administrativa proposta pelo Estado do Paraná e Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná.

blank
Azul: O Itaú BBA manteve a recomendação de compra para os papéis da Azul (AZUL4), com preço-alvo de R$ 45 por ação. A posição do banco é uma resposta aos dados operacionais da companhia aérea, referentes ao mês de junho e ao segundo trimestre, divulgados na última quinta-feira (4).
blank
Fonte ADVFN
blank