July 11, 2019

Giro pelo mercado com Alexandre Yokoyama

Mercado asiático

Os mercados da Ásia fecharam em alta nesta quinta-feira, depois que o presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, sinalizou que o banco central dos EUA poderia cortar as taxas de juros. O índice da MSCI para a Ásia-Pacífico, exceto Japão subiu 0,72%.
As relações entre Tóquio e Seul continuam geladas, com o Japão dizendo na semana passada que vai restringir exportações de três componentes utilizados ​​em telas de smartphones e chips, em uma disputa com Seul devido acusação dos sul coreanos de terem sidos forçados a trabalhar para empresas japonesas durante a Segunda Guerra Mundial.
A Coreia do Sul anunciou que reservaria até 300 bilhões de wons (cerca de US $ 256 milhões) para conter as restrições às exportações japonesas. As ações de empresas potencialmente afetadas pelas restrições às exportações, como Samsung Electronics e SK Hynix, subiram 1,43% e 3,57%, respectivamente, na quinta-feira.
O composto de Xangai subiu 0,08%, enquanto Shenzhen Composite caiu 0,12%. O índice Hang Seng de Hong Kong ganhou 0,81%.
Nikkei do Japão subiu 0,51%, enquanto o Topix ganhou 0,47%. As ações da Nintendo subiram 4,15% um dia depois que a empresa anunciou uma versão mais barata do seu console do videogame Switch.
Na Coreia do Sul, o Kospi subiu 1,06%.

■ Europa

As bolsas europeias operaram em alta nesta quinta-feira, depois que o presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, sinalizou que o banco central dos EUA está pronto para cortar as taxas de juros pela primeira vez em uma década, durante depoimento no Comitê de Serviços Financeiros da Câmara.
Stoxx 600 sobe 0,3% nos meados da manhã, com ganhos de 1,2% para o setor de petróleo e gás, enquanto apenas autos e produtos químicos são negociados no vermelho.
Entre as notícias corporativas, a fabricante alemã de embalagens Gerresheimer salta 7,1% depois de reportar um forte segundo trimestre, com lucro líquido mais que dobrando. No outro extremo da tabela, a empresa química suíça Sika cai 3,9% depois que o UBS rebaixou as ações de “neutras” para “vender”.
O Relatório de Estabilidade Financeira do Banco da Inglaterra sugeriu aos bancos britânicos que detenham capital suficiente para enfrentar os riscos simultâneos de um não-acordo do Brexit e uma guerra comercial global nesta quinta-feira, mas alertou que uma queda no investimento estrangeiro em alguns ativos britânicos devido ao Brexit representa um risco para a economia em geral. 
Enquanto isso, o Senado da França aprovou um imposto sobre as receitas de gigantes americanas de tecnologia como Google, Amazon e Facebook nesta quinta-feira.

■ Estados Unidos

Os futuros do índice de ações dos EUA operam em alta na manhã de quinta-feira, após comentários do presidente do Federal Reserve, Jerome Powell.
Wall Street encerrou a sessão de quarta-feira, registrando altas recordes depois que Powell sugeriu uma política monetária mais fácil nos EUA.
Em depoimento ao Comitê de Serviços Financeiros da Câmara, Powell disse que os investimentos das empresas nos EUA diminuíram “notavelmente” recentemente, com incertezas sobre as perspectivas econômicas. Como resultado, as expectativas de um corte na taxa de juros na reunião do FED, aumentaram. A ferramenta FedWatch do CME Group indica a probabilidade de 100% para um corte da taxa no final de julho.
Na agenda de dados, às reivindicações semanais de desemprego e números de inflação será divulgado às 9h30 e os números do orçamento federal sairá às 15h00.

■ Panorama local

Destaques da Reforma da Previdência serão votados nesta quinta: Dezenove destaques propostos pelas bancadas da Câmara serão votados nesta quinta, a partir das 9h. Ontem, o texto-base da Reforma da Previdência foi aprovado por 379 votos a favor e 131 contrários. Os deputados também rejeitaram destaque que pretendia retirar os professores da reforma. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, afirmou que a conclusão da votação da reforma em segundo turno ocorrerá até, no máximo, sábado de manhã. 
Guedes discute agenda para destravar economia: O ministro da Economia, Paulo Guedes, se reúne com seus secretários nesta quinta para discutir medidas para destravar a economia, segundo fonte próxima ao governo. Entre as propostas estão desde a desoneração de alguns setores até a aplicação de recursos oriundos das privatizações para estimular o Minha Casa Minha Vida. Outra ação seria a liberação de R$ 20 milhões do PIS/Pasep.  

■ Commodities 

  • A jornada desta quinta-feira foi mais uma vez marcada pela desvalorização dos contratos futuros do minério de ferro, que são negociados na bolsa de mercadorias da cidade chinesa de Dalian. O ativo teve perdas de 1,20% a 866,50 iuanes por tonelada.
  • Os Futuros do Petróleo subiram durante a sessão asiática na quinta-feira, com o contrato de futuros de referência do petróleo Brent reportando valorização de 0,50%, para US$ 60,73 por barril.
  • Os futuros de Ouro subiram durante a sessão asiática na quinta-feira. Na divisão Comex da Bolsa Mercantil de Nova York, os contratos futuros de Ouro, com vencimento em Agosto, foram negociados na entrega a US$ 1.426,55 por onça troy no momento da escrita, subindo 0,99%.
fonte: Reuters, Finance, Investing