July 16, 2019

Giro no Mercado

Mercados Globais

No exterior, mercados operam sem driver claro, com investidores à espera da divulgação de dados econômicos e balanços de grandes bancos nos EUA.
Os mercados asiáticos operaram mistos. As bolsas de Tóquio e de Shanghai recuaram 0,7% e 0,2%, respectivamente. Na Europa, os principais índices de mercado operam sem direção única, com o DAX (Frankfurt) e o FTSE londrino registrando pouca variação desde a abertura. Em NY, futuros operam estáveis, e o dólar (DXY) avança contra seus principais pares. Na frente das commodities, ativos se movimentam majoritariamente em terreno negativo. 
O índice ZEW de confiança do investidor na Alemanha recuou pelo 3º mês consecutivo em julho. O índice de expectativas, que tem como horizonte os próximos 6 meses, caiu para -24,1, abaixo do esperado pelo mercado (-21,1). A situação corrente caiu de 7,8 para -1,1, entrando em terreno negativo pela primeira vez desde 2010.
A Alemanha tem apresentado números fracos desde ano passado, sem dar sinais de estabilização, e o ZEW, um dos indicadores de confiança mais importantes da Europa, reforça a situação que a maior economia do bloco vive. Segundo as estimativas do Bundesbank, a economia alemã contraiu no 2T19, fato que reforça o quadro de preocupação para o crescimento global. Neste cenário, a expectativa é que os formuladores de política monetária do bloco sinalizem sua disposição a adotar medidas mais estimulativas à economia da região quando se encontrarem na semana que vem. 

O destaque da agenda internacional serão as vendas no varejo de junho nos EUA (9h30), com previsão de alta de 0,2%, após um avanço de 0,5% em maio. Mais tarde, às 14h, as atenções do mercado se voltam para a fala do presidente do Fed, Jerome Powell, seguido de outros membros do BC americano. Ainda, dando sequência à temporada de lucros nos país, JPMorgan Chase & Co., Goldman Sachs Group Inc. and Wells Fargo & Co. divulgam seus resultados.

■ Panorama local

Aqui, o noticiário político é reduzido, com o Congresso se preparando para o recesso parlamentar, e o movimento no exterior deve predominar como principal direcional para o mercado doméstico.
Atualmente, existem cinco propostas distintas para reformar tributos no Congresso ou no governo. Depois do grande sucesso da reforma da Previdência, em seu primeiro turno de votos na Câmara, o Executivo e Legislativo competem pelo protagonismo sobre o próximo item da agenda de reformas econômicas. 

O ministério da economia criticou a proposta tributária preterida pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). Este projeto foi apresentado pelo deputado Baleia Rossi (MDB-SP), com elaboração pelo ex-secretário de Política Econômica Bernard Appy. Entre todas as propostas, esta está em estagio mais avançado de tramitação.

Às 8h, saem a prévia do IPC-S e o IGP-10 de julho, que deve registrar variação de 0,51% (Broadcast). Mais tare, o mercado acompanha a posse de Gustavo Montezano no BNDES, em cerimônia às 11h, no Palácio do Planalto.

■ Commodities 

  • Na bolsa de mercadorias de Dalian, na China, a sessão desta terça-feira foi marcada por uma nova valorização para os contratos futuros do minério de ferro. O ativo avançou 2,38% a 905,00 iuanes por tonelada. 
  • Os preços do petróleo subira, durante o horário comercial asiático, com o contrato de futuros de referência do petróleo Brent reportando avanço de 0,03%, para US$ 59,56 por barril.
fonte: Reuters, Finance, Investing