Giro pelo mercado nesta segunda feira : Trégua por 90 dias na guerra comercial

Dezembro começou agitado logo no início do mês, com a trégua por 90 dias na guerra comercial entre Estados Unidos e China alimentando esperanças para um rali de fim de ano no mercado financeiro global, que já vinha ganhando força após o tom suave (“dovish”) vindo do Federal Reserve sobre o processo de alta da taxa de juros norte-americana.   Mas esse apetite por risco será interrompido na quarta-feira, quando as bolsas de Nova York permanecem fechadas, em respeito à morte do “Bush pai”. Hoje haverá um minuto de silêncio, antes do sino tocar em Wall Street. Tradicionalmente, os mercados norte-americanos fecham após a morte de um presidente dos EUA - a última vez foi em janeiro de 2007.
Além disso, os investidores ainda avaliam os resultados efetivos da suspensão de novas tarifas de importação, enquanto as duas maiores economias do mundo negociam um acordo mais duradouro. Após um longo jantar em Buenos Aires, ao final do encontro de cúpula do G20, os líderes Donald Trump e Xi Jinping reuniram-se para discutir o assunto.
Ao final, os dois concordaram em interromper novas taxações e intensificar as negociações comerciais. A reunião foi vista pela Casa Branca como “bem-sucedida”. Como resultado, Washington irá deixar em 10% as tarifas sobre US$ 200 bilhões em produtos chineses, ao invés de elevar essa taxa para 25% no início de janeiro de 2019, como planejado.
Em contrapartida, Pequim se compromete em negociar as maiores reclamações de Trump sobre as práticas comerciais chinesas: roubo de propriedade intelectual, barreiras não tarifárias e transferência forçada de tecnologia. Porém, se depois de 90 dias não houver progresso na “estrutura” comercial entre os dois países, os EUA voltam ao tarifaço.
A trégua temporária, portanto, pouco fez para avançar nas barreiras que dividem EUA e China na questão comercial. Tanto Trump quanto Xi colocaram suas próprias reputações na linha de frente, ao se encontrarem pessoalmente. Por isso, não foi uma surpresa haver algum tipo de acordo superficial e positivo. Houve, ao menos, um cessar-fogo.
Por Olívia Bulla
Recomendações do dia
BTG Pactual: A equipe do BTG Pactual substituiu o papel da Suzano (SUZB3) pelo da Embraer (EMBR3) em sua carteira recomendada de dezembro.
 Notas gerais
  • Oi (OIBR3): A Oi informou nesta segunda, 3, que contratou a consultoria Oliver Wyman, para atuar como PMO (Project Management Office) do projeto de implantação do Plano de Capex, elaborado no âmbito do Plano de Recuperação Judicial, que prevê investimentos em média de R$ 7 bilhões anuais, num ciclo de três anos....
  • Banco do Brasil (BBAS3): O jornalista Lauro Jardim, do jornal O Globo, divulgou neste fim de semana que a BB DTVM, a maior gestora de fundos de investimentos do Brasil, será privatizada em 2019. “Esta, ao menos, é uma das certezas da equipe econômica de Paulo Guedes”, destacou o jornalista. A notícia não chega a ser uma novidade, já que rumores sobre a privatização do braço do Banco do Brasil para gestão de recursos já foram divulgados semanas atrás....
  • BR Distribuidora (BRDT3): A BR Distribuidora informou que foi aprovado pelo seu conselho de administração nesta sexta, 30, a distribuição de remuneração antecipada aos acionistas sob a forma de Juros sobre o Capital Próprio (JCP) referente ao exercício de 2018. O montante bruto é de R$ 563.795.476,50, correspondentes a R$ 0,48394461502 por ação. O pagamento será realizado no dia 30 de abril de 2019, com base na posição acionária de 11 de dezembro 2018....
  • JBS (JBSS3): Segundo reportagem do jornal Estado de S. Paulo neste fim de semana, o BNDES está se preparando para vender sua participação de 21,3% na JBS. O jornal afirma que o banco enviará nas próximas semanas carta-convite às instituições financeiras para que elas possam participar do processo. O valor de mercado da fatia do BNDES na JBS é de aproximadamente R$ 6,8 bilhões, atualmente....
  • Petrobras: A Petrobras concluiu a constituição de uma joint venture com a Murphy Oil, por meio de subsidiárias de ambas as empresas, envolvendo o aporte de todos os ativos de petróleo e gás natural em produção situados no Golfo do México, informou a estatal nesta segunda-feira.A Murphy Exploration & Production Company será a operadora da joint venture, com 80 por cento de participação, enquanto a Petrobras America deterá os demais 20 por cento. O acordo havia sido inicialmente informado em outubro.fonte:Reuters...
  • Marfrig liquida empréstimo ponte de US$900 milhões após venda de subsidiária nos EUA.fonte:Reuters...
  • Boletim Focus: Os analistas das instituições financeiras baixaram a estimativa de inflação para 2018 e também reduziram a previsão de crescimento da economia para este ano.As expectativas constam no boletim de mercado, também conhecido como relatório "Focus", divulgado nesta segunda-feira (3) pelo Banco Central (BC). O relatório é resultado de levantamento feito na semana passada com mais de 100 instituições financeiras.Para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), a inflação oficial do país, o mercado financeiro reduziu a previsão de 3,94% para 3,89% para este ano. Foi a sexta queda seguida deste indicador.Para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) deste ano, a previsão do mercado financeiro recuou de 1,39% para 1,32% na semana passada.fonte:G1...

.