Embraer e Boeing acordo suspenso: A Embraer anunciou que tentará reverter a decisão da Justiça Federal que suspendeu o acordo de fusão da companhia com a Boeing. Em comunicado, a fabricante brasileira de aviões disse que "tomará todas as medidas judiciais cabíveis para reverter" a liminar (decisão provisória) concedida pela 24ª Vara Cível Federal de São Paulo. O juiz Victorio Giuzio Neto suspendeu a fusão ao analisar uma ação popular apresentada pelos deputados federais Paulo Pimenta (PT-RS) e Carlos Zaratini (PT-SP). A decisão é de quarta-feira (5). "Defiro parcialmente a liminar, em sentido provisório e cautelar para suspender qualquer efeito concreto de eventual decisão do conselho da Embraer assentindo com a segregação e transferência da parte comercial da Embraer para a Boeing através de 'Joint Venture' a ser criada", destacou o juiz na decisão.fonte:G1


Resultado de imagem para NEWSLETTER FINANCIALA semana que começou com o mercado financeiro apostando em um rali de fim de ano, após o “cessar-fogo” na guerra comercial entre Estados Unidos e China somar-se ao tom suave (“dovish”) na fala dos dirigentes do Federal Reserve, chega ao fim com os investidores percebendo que, de lá para cá, muitos gatilhos engataram uma piora dos ativos de risco.
Hoje, a agenda carregada de indicadores econômicos, no Brasil e no exterior, tende a elevar o vaivém dos negócios. Mas também merece atenção o evento do cartel de países produtores de petróleo (Opep), que continua em Viena, após um impasse sobre o corte na produção da commodity, o que não acontecia há cinco anos. Talvez não haja um consenso hoje.
Entre os indicadores, a sexta-feira começa com índices de preços no Brasil, que devem registrar deflação em novembro. O IGP-DI deve cair 0,6% no mês passado, apagando totalmente a alta verificada em outubro e reduzindo a taxa acumulada em 12 meses para abaixo de dois dígitos.
Os números oficiais serão conhecidos às 8h. Na sequência (9h), sai a inflação oficial ao consumidor brasileiro. O IPCA deve registrar a menor taxa do ano, de -0,13%, no resultado mais baixo para o mês em duas décadas. Com isso, o índice acumulado deve afastar-se da meta perseguida pelo Banco Central, de 4,5%, ficando ao redor de 4,2%.

Resultado de imagem para NEWSLETTERA Embraer anunciou que tentará reverter a decisão da Justiça Federal que suspendeu o acordo de fusão da companhia com a Boeing.
Em comunicado, a fabricante brasileira de aviões disse que "tomará todas as medidas judiciais cabíveis para reverter" a liminar (decisão provisória) concedida pela 24ª Vara Cível Federal de São Paulo.


O juiz Victorio Giuzio Neto suspendeu a fusão ao analisar uma ação popular apresentada pelos deputados federais Paulo Pimenta (PT-RS) e Carlos Zaratini (PT-SP). A decisão é de quarta-feira (5).


"Defiro parcialmente a liminar, em sentido provisório e cautelar para suspender qualquer efeito concreto de eventual decisão do conselho da Embraer assentindo com a segregação e transferência da parte comercial da Embraer para a Boeing através de 'Joint Venture' a ser criada", destacou o juiz na decisão.fonte:G1


.