4ª Rodada tem recorde de empresas inscritas

4ª Rodada tem recorde de empresas inscritas

    A 4ª Rodada de Partilha da Produção tem número recorde de empresas inscritas para rodadas dessa modalidade. Ao todo, 16 grupos econômicos estão aptos a participar da licitação. A Comissão Especial de Licitação (CEL) analisou hoje (10/5) os pedidos de inscrição das 16 empresas que manifestaram interesse no leilão e todos foram aprovados. No ano passado, a 2ª e a 3ª Rodadas de Partilha tiveram 11 e 15 habilitadas, respectivamente.
    Entre as empresas que poderão participar da 4ª Rodada, estão as maiores do setor de petróleo e gás no mundo e duas são brasileiras. Das habilitadas, duas (DEA Deutsche Erdoel AG e Petronas Carigali SDN BHD) não têm contratos para exploração e produção de petróleo e gás natural no Brasil.
    Prevista para o próximo dia 7 de junho, a 4ª Rodada ofertará as áreas de Itaimbezinho, Três Marias, Dois Irmãos e Uirapuru, no pré-sal das bacias de Campos e Santos. A rodada foi aprovada pela Resolução CNPE nº 21/2017.
    Lista de empresas inscritas e países de origem:
    1- BP Energy do Brasil Ltda.- Reino Unido
    2 - Chevron Brazil Ventures - Estados Unidos
    3 - CNODC Brasil Petróleo e Gás Ltda.- China
    4 - CNOOC Petroleum Brasil – China
    5 – DEA Deutsche Erdoel AG – Alemanha
    6 - Ecopetrol S.A. - Colômbia
    7 - ExxonMobil Exploração Brasil Ltda.- Estados Unidos
    8 - Petrogal Brasil S.A. - Portugal
    9 - Petróleo Brasileiro S.A.- Brasil
    10 - Petronas Carigali SDN BHD - Malásia
    11 - QPI Brasil Petróleo Ltda.- Catar
    12 - Queiroz Galvão Exploração e Produção S.A. - Brasil
    13 - Repsol Exploración S.A. - Espanha
    14 - Shell Brasil Petróleo Ltda.- Reino Unido
    15 - Statoil Brasil Óleo e Gás Ltda. - Noruega
    16 - Total E&P do Brasil Ltda. - França
    As empresas cumpriram todos os requisitos previstos no edital e estão aptas a participar da rodada. A habilitação é obrigatória e individual para cada interessada, mesmo para aquelas que pretendam apresentar oferta mediante consórcio.
    Cumpridas as exigências estabelecidas no edital, e tendo a habilitação julgada e aprovada pela Comissão Especial de Licitação, a empresa poderá apresentar ofertas somente para os blocos localizados nos setores para os quais tenha efetuado o pagamento de taxa de participação e aportado garantia de oferta.

    .