Pré-sal já representa 30% das reservas da Petrobras

Agenda do investidor para esta quarta-feira
Pesquisa Mensal do Comércio: indicadores que permitem acompanhar o comportamento do comércio varejista brasileiro. Retail Sales: vendas no varejo norte-americano, de bens duráveis e não-duráveis. Import and Export Prices: preços de importação e exportação que tentam antecipar tendências inflacionárias no mercado norte-americano. Business Inventories: estoques das empresas norte-americanas (industrial e varejo). EIA Petroleum Status Report: saldo semanal do estoque de barris de petróleo nos EUA. Fluxo Cambial (Banco Central): saldo semanal das entradas e saídas de capital estrangeiro no Brasil. Beige Book: relatório divulgado oito vezes por ano que reúne informações junto a economistas e analistas financeiros a respeito da situação econômica dos Estados Unidos.
Pré-sal já representa 30% das reservas da Petrobras
A Petrobras (PETR4) apresentou ontem à noite, após o fechamento do mercado, o relatório de reservas provadas de 2014. A companhia deu destaque ao crescimento de 23% das reservas provadas do Pré-sal no ano passado. O Pré-sal já responde por mais de 30% das reservas provadas da Petrobras em apenas seis anos após o início da produção do primeiro barril do Pré-sal, que foi na Bacia de Campos, em 2008. Segundo a companhia, este crescimento de reservas provadas contribuiu de forma significativa para que Petrobras, no Brasil, obtivesse como resultado um Índice de Reposição de Reservas de 125%, ficando acima de 100% pelo vigésimo terceiro ano consecutivo. Ao final de 2014, as reservas provadas de óleo, condensado e gás natural da Petrobras atingiram 16,612 bilhões de barris de óleo equivalente, representando um aumento de 0,3% em relação a 2013.

.