HRT_Header_27072012_VF
 COMUNICADO AO MERCADO
ESCLARECIMENTO SOBRE CONSULTA BM&FBOVESPA
OFÍCIO 0049/2015-SAE DE
 09 DE JANEIRO DE 2015
HRT PARTICIPAÇÕES EM PETRÓLEO S.A.
Rio de Janeiro, 12 de janeiro de 2015 - HRT Participações em Petróleo S.A. (a "Companhia" ou "HRT") (BM&FBOVESPA: HRTP3, TSX-V: HRP), vem prestar esclarecimentos solicitados pela BM&FBOVESPA no Ofício em referência acerca da notícia veiculada pelo jornal O Estado de São Paulo, em 09 de janeiro de 2015, sob o subtítulo "Eike tenta fusão com a rival HRT", pelo qual a BM&FBOVESPA "solicita que a Companhia preste esclarecimentos, até às 9 horas de 12/01/2015, sobre o teor da notícia veiculada pelo jornal O Estado de São Paulo, edição de 09/01/2015, sob o subtítulo 'Eike tenta fusão com a rival HRT', bem como outras informações consideradas importantes." 
Em atendimento ao Ofício informamos que a Companhia está em tratativas com a OGX Petróleo e Gás S.A. - em Recuperação Judicial ("OGX") sobre o acordo para Individualização da Produção (Unitização) entre os Campos de Polvo e Tubarão Martelo. Adicionalmente, faz parte da estratégia da Companhia reduzir suas atividades de exploração e concentrar recursos e esforços em atividades de produção, de forma que analisa todas as potenciais transações e ativos disponíveis no mercado. Informamos ainda que não há, no presente momento, qualquer informação ou evento relativo à reportagem que justifique comunicação formal da Companhia ao mercado.
Clique aqui para acessar o Comunicado ao Mercado.
Para informações adicionais, entre em contato com a Área de Relações com Investidores da HRT.

Sobre a HRTA HRT, através de suas subsidiárias, detém 60% de participação e é também operadora do Campo de Polvo, localizado na porção sul da Bacia de Campos, a 100 km a leste da cidade de Cabo Frio, Rio de Janeiro. A HRT é a 7ª maior operadora de campos em termos de produção diária de barris de óleo equivalentes do país, com 20.3º API, por meio de três reservatórios produtores. A HRT é proprietária, através de suas subsidiárias, da plataforma fixa "Polvo A" e de uma sonda de perfuração de 3.000 HP que operam no campo, estando a plataforma interligada ao navio "FPSO Polvo" que tem capacidade para separação de hidrocarbonetos e tratamento de água, estocagem e transferência de óleo. A licença do Campo de Polvo cobre uma área de aproximadamente 134 km2 com vários prospectos para futuras explorações. Adicionalmente, a HRT possui 49% de participação e é operadora em 18 blocos exploratórios localizados na Bacia do Solimões, sendo também operadora em dez blocos exploratórios na costa da Namíbia nas sub-Bacias de Orange e de Walvis. A HRT está comprometida em minimizar os possíveis impactos ambientais nos locais onde atua. O compromisso com as comunidades locais passa pela redução dos impactos das operações nas condições de saúde, segurança e qualidade de vida. Para mais informações acesse o site: www.hrt.com.br/ri.

.