Os papéis preferenciais da Eletrobras lideravam as perdas do Ibovespa, caindo 6,84% na mínima do dia.
Na sexta-feira, a companhia divulgou que teve prejuízo líquido de 2,738 bilhões de reais no terceiro trimestre de 2014, o que representa uma alta de 199% ante o resultado negativo de 915 milhões de reais verificados no mesmo período do ano passado.
A Eletrobras explicou que o resultado foi influenciado, de forma negativa, pela energia elétrica comprada para revenda no montante de 3,135 bilhões de reais no período; provisões relativas ao empréstimo compulsório da ordem de 1,340 bilhão de reais; e provisão para perdas no ativo financeiro no montante de $ 197 milhões de reais.
A empresa apontou ainda o resultado negativo das participações societárias no montante de 790 milhões de reais no intervalo de julho a setembro deste ano, devido principalmente ao resultado da SPE (sociedade de propósito específico) Madeira Energia (UHE Santo Antônio).
No ano, os papéis da companhia acumulam perdas de 12%.