Oi e PT: Calote faz fusão ser revista

Agenda do investidor para esta quarta-feira
Reunião COPOM Término: terminam as reuniões do COPOM (Comitê de Política Monetária) do Banco Central que definem o rumo da taxa básica de juros da economia. IGP-10 (FGV): Índice Geral de Preços. IPC-S (FGV): Índice de Preços ao Consumidor - Semanal. Pesquisa Mensal do Comércio: indicadores que permitem acompanhar o comportamento do comércio varejista brasileiro. Industrial Production: produção industrial e utilização da capacidade instalada nos EUA. Housing Market Index: índice do mercado de imóveis residenciais que avalia a economia em geral e as condições do setor. EIA Petroleum Status Report: saldo semanal do estoque de barris de petróleo nos EUA. Fluxo Cambial (Banco Central): saldo semanal das entradas e saídas de capital estrangeiro no Brasil. Beige Book: relatório divulgado oito vezes por ano que reúne informações junto a economistas e analistas financeiros a respeito da situação econômica dos Estados Unidos.
Oi e PT: Calote faz fusão ser revista
Por conta do não pagamento de um empréstimo no valor de 847 milhões de Euros realizado pela PORTUGAL TELECOM (EU:PTC) à um de seus acionistas portugueses (Rio Forte), a OI (OIBR4) celebrou um memorando de entendimentos para fixar as bases de um acordo entre elas com relação às aplicações financeiras realizadas pela PT. A PT entregará à OI 474,34 milhões de ações ordinárias (OIBR3) e 948,69 milhões de ações preferenciais (OIBR4), totalizando 16,6% do capital votante e 16,6% do capital total da OI. A OI outorgará à PT uma opção de compra sobre ações de emissão da OI em mesmo número e tipo que as ações permutadas com validade de seis anos, permitindo que a PT readquira as ações da OI entregues no acordo. A OI ressaltou que a criação da CorpCo, fusão entre a OI e PT, continua a ser implementada e a PT passa a ser a única responsável pela negociação com a Rio Forte e pelas decisões relacionadas ao empréstimo.

.