Antiquarius retorna a São Paulo em versão "grill"


Exclusivo para assinantesPara ler a matéria completa faça seu login ou cadastre-se
Claudio Belli/Valor / Claudio Belli/Valor
O chef Lucivaldo Andrade, que trabalhou no restaurante por 17 anos, e os sócios Walter Benvenuti e Antonio Perico. Embora tente ser mais contemporâneo, o projeto arquitetônico do Antiquarius Grill cria um clima mais austero
Menos despojado do que se propõe a ser e com a qualidade da cozinha que o fez famoso, o Antiquarius está de volta a São Paulo, na versão Grill. O novo modelo, que já existe no Rio e em Brasília, foi pensado para ser mais jovem e mais barato do que a casa-mãe. Com ele, a família Perico tenta retomar o espaço que tinha na cidade até o fim de 2012, quando o velho Antiquarius foi fechado, depois de uma sucessão de desentendimentos.
Quase dois anos de ausência podem parecer muito em uma cidade como São Paulo, onde surgem novidades a toda hora. Podem, também, significar pouco para uma marca que fez história numa metrópole de tantos restaurantes, na qual a representação portuguesa de qualidade ainda é insuficiente.
Se certas diferenças separam o Antiquarius Grill do antigo, tanto donos quanto a clientela tratam de evocar semelhanças a todo o momento. A primeira delas é o endereço. A casa reabriu nos Jardins, na mesma alameda Lorena onde ficou por 22 anos, só que agora vários quarteirões adiante, no número 1.040.
Alguns elementos da decoração continuam presentes e a cor laranja, da porta de entrada e de algumas paredes, é uma busca de diálogo com o ambiente do passado. Mas, embora tente ser mais contemporâneo, por exemplo, no chão de madeira em vez do carpete, o projeto arquitetônico de João Mansur cria um clima mais austero.
Em termos gerais, é fácil reconhecer as mesas cobertas por toalhas brancas, o exército de garçons e a formalidade dos uniformes. Qualquer iniciativa moderninha se desfaz diante da solenidade do serviço, bem ao estilo tradicional português. Não são poucos os clientes que perguntam se o "couvert" ainda inclui os croquetes de carne, bolinhos de bacalhau e rissoles de camarão. Sim, eles estão lá - assim como os doces conventuais, de primeiríssima, que tornam a sobremesa obrigatória.
As porções continuam fartas e, agora, além do bacalhau em dez receitas, do arroz de pato e da cataplana de lulas, há carnes grelhadas. Vários funcionários estão de volta, entre eles o chef Lucivaldo Andrade, que trabalhou no Antiquarius por 17 anos. A casa paulistana é uma parceria entre Antonio Perico, da segunda geração, filho do fundador Carlos Perico, e Walter Benvenuti, que sempre atuou no ramo (foi dono dos restaurantes Gambino e Um Dois Feijão com Arroz) e estava afastado em busca de uma boa oportunidade.
Não é por acaso que a marca Antiquarius, que abriu no Rio em 1977 e ainda ocupa o mesmo imóvel no Leblon, trouxe para cá uma nova imagem da cozinha portuguesa. Os donos, Carlos Perico e Antônio Pimenta, já eram sócios em Portugal no restaurante da Pousada Santa Luzia, em Elvas, no Alentejo, estrelado pelo guia Michelin.
Quando a Revolução dos Cravos (1974) chegou, eles cederam à insistência de Carlos Lacerda (1914-1977, ex-governador da Guanabara), frequentador da casa, que queria trazê-los para cá. "O Lacerda só ajudou, nunca foi sócio. O desejo dele era trazer a nossa comida para o Rio", lembra Antonio Perico, que ainda era criança. Imediatamente, o local se tornou louvado por políticos e empresários brasileiros e portugueses.
Justamente por ser o restaurante português mais premiado do país, causou espanto o fechamento da unidade paulistana, com um bate-boca público e disputas na Justiça. O Antiquarius sempre foi uma empresa familiar. Em São Paulo era administrado pela irmã de Antonio Perico, Maria Eduarda. Com sua morte, o marido, Tales Martins Filho, passou a cuidar do negócio. Tempos depois, a família Perico impediu que Tales Martins continuasse a usar a marca. De forma nostálgica, o restaurante fechou as portas.
Benvenuti, que, por isso, teve a chance de entrar como sócio da versão paulistana do Grill, diz que todos os dias agradece Tales "por seus erros". Ansioso pela repercussão que a nova casa provocará na clientela, avalia que ela é "menos descontraída e mais aristocrática" do que a do Rio. "É que a expectativa do paulistano pela volta do Antiquarius era tão grande que a gente não podia deixar por menos. Ainda tem muita gente que se arruma para vir aqui. Então, nossa missão é atender os saudosos e fazer novos clientes."
Até agora não se confirmou uma notícia divulgada no início do ano, segundo a qual o restaurante Trindade, de Alphaville, também faria uma parceria com o Antiquarius e passaria a utilizar a marca. "Nada está certo. Nunca divulgamos isso", diz Antonio Perico. "O que existe é uma negociação em andamento, nada fechado ainda." Um de seus planos, por enquanto, é trazer outra marca da família para cá. É o Da Silva, espécie de quilo chique, com quatro unidades no Rio, que serve 400 almoços por dia em cada uma. Com um cardápio que mistura cozinha portuguesa e receitas caseiras, tem gasto médio por pessoa de R$ 35 durante a semana e de R$ 45 aos fins de semana. Ou seja: uma refeição custa menos do que muitos pratos do Antiquarius, cuja média fica em torno de R$ 80.
Em breve, para tornar o Antiquarius Grill menos caro, será implantado o almoço executivo, mas que incidirá apenas no valor dos pratos e não no mix entrada/prato principal/sobremesa, como de hábito. "Ofereceremos três pratos diferentes a cada dia, numa faixa entre R$ 48 e R$ 68. Nosso público está acostumado com porções generosas. Não podemos mudar isso, o cliente não aceita", diz Antonio Perico. "Tudo que leva o nome Antiquarius carrega um ônus e um bônus."
É por conta dessas limitações que ele tem se empenhado em criar outras marcas como o Da Silva e o novíssimo Família Perico, que vem aí. Será uma espécie de bistrô português para o qual já está sendo procurado um ponto no Rio, em Ipanema. "Esse sim será mais descontraído, com um serviço moderno e sem toalhas nas mesas", afirma Perico.
Antiquarius Grill SP
Alameda Lorena, 1.040, Jardins, São Paulo, tel. (11) 2638-0938.

.