Hoje 10 empresas, Oi, JBS, Gol, HRT, Cyrela, Rossi, MRV e outras, apresentam resultados

Agenda do investidor para esta quinta-feira
IGP-10 (FGV): Índice Geral de Preços. Pesquisa Mensal do Comércio: indicadores que permitem acompanhar o comportamento do comércio varejista brasileiro. Jobless Claims: solicitações de benefício a desempregados nos EUA. Consumer Price Index: índice de preços ao consumidor norte-americano. Industrial Production: produção industrial e utilização da capacidade instalada nos EUA. Housing Market Index: índice do mercado de imóveis residenciais que avalia a economia em geral e as condições do setor. Investimento Estrangeiro Direto: volume do investimento estrangeiro direto na China.
Hoje 10 empresas, Oi, JBS, Gol, HRT, Cyrela, Rossi, MRV e outras, apresentam resultados
Um dia marcado por resultados do primeiro trimestre de 2014 de diversas empresas de peso no mercado nacional. A OI (OIBR4) registrou lucro líquido consolidado de R$ 225,51 milhões nos primeiros três meses deste ano, queda de 13,2% na comparação anual. O lucro líquido da JBS (JBSS3) despencou para R$ 70 milhões no período, forte recuo de 69%. A GOL (GOLL4) não conseguiu se desfazer das perdas e registrou prejuízo consolidado líquido de R$ 96,14 milhões, 27,7% maior do que o prejuízo no mesmo período do ano passado. A HRT PETRÓLEO (HRTP3) conseguiu registrar lucro líquido consolidado de R$ 1,69 milhão no primeiro trimestre desta ano, sem recuperar as perdas de R$ 99,18 milhões do mesmo período no ano de 2013. A CYRELA (CYRE3) registrou lucro líquido consolidado de R$ 187,34 milhões no primeiro trimestre de 2014, queda de 12,6% na comparação anual. A ROSSI RESIDENCIAL conseguiu reverter perdas e registrou lucro líquido consolidado de R$ 11,71 milhões nos primeiros três meses deste ano. A MRV ENGENHARIA (MRVE3) registrou lucro líquido consolidado de R$ 88,63 milhões, queda de 3,9% em um ano. O lucro líquido consolidado da ULTRAPAR (UGPA3) ficou praticamente estável no primeiro trimestre de 2014, com um total de R$ 249,27 milhões. A COPEL (CPLE6) viu seu lucro líquido consolidado crescer 46,2% nos primeiros três meses deste ano, para R$ 583,05 milhões, em comparação com o mesmo período do ano passado. A PRUMO LOGÍSTICA (PRML3) voltou a registrar prejuízo líquido consolidado no primeiro trimestre de 2014, com perdas de R$ 13,14 milhões.

.