OGX: Prejuízo explode em 1.430%

Agenda do investidor para esta quarta-feira
Reunião COPOM Término: terminam as reuniões do COPOM (Comitê de Política Monetária) do Banco Central que definem o rumo da taxa básica de juros da economia. IPC (Índice de Preços ao Consumidor): mede a variação de preços para o consumidor na cidade de São Paulo com base nos gastos de quem ganha de um a vinte salários mínimos. Pesquisa Industrial Mensal: relatório produzido desde a década de 70, com indicadores de curto prazo relativos ao comportamento da indústria extrativa e de transformação. ADP Employment Report: relatório do nível de emprego privado (excluindo os rurais) nos EUA. Factory Orders: dados relativos às encomendas às fábricas norte-americanas de bens duráveis e não duráveis. EIA Petroleum Status Report: saldo semanal do estoque de barris de petróleo nos EUA.
OGX: Prejuízo explode em 1.430%
A OGX PETRÓLEO (OGXP3) registrou um rombo de R$ 17,4 bilhões em 2013, um valor 1.430% maior do que o prejuízo no ano anterior, que foi de R$ 1,13 bilhão. Segundo relatório da companhia, o resultado foi substancialmente afetado pela provisão para perda de parte dos investimentos realizados nas Bacias de Campos, Santos e Espírito Santo no valor de R$ 8,9 bilhões, pela despesa decorrente da rescisão dos contratos de afretamento de equipamentos requisitados a OSX BRASIL (OSXB3) no valor de R$ 4,6 bilhões, pela despesa de R$ 1,8 bilhão com poços secos e áreas subcomerciais devolvidas, pelas despesas financeiras, sobretudo, juros de financiamentos, no valor de R$655 milhões e despesa de variação cambial, de R$ 1 bilhão. A companhia destacou como dados positivos os ganhos operacionais de R$ 272 milhões (74% da receita bruta) na operação de gás no Parnaíba e de R$ 180 milhões (33% da receita bruta) na produção offshore dos campos de Tubarão Azul e Tubarão Martelo.

.