Cruzeiro desbanca o Santos como clube mais valioso do Brasil


Clube de Belo Horizonte subiu da nona para a primeira posição na lista de clubes com maior valor de mercado

Share1
 
Washington Alves/VIPCOMM
Borges, atacante do Cruzeiro
Borges, atacante do Cruzeiro: valor de mercado dos jogadores do Cruzeiro somou em dezembro R$ 211,5 milhões
Rio de Janeiro - O Cruzeiro, campeão brasileiro deste ano, desbancou o Santos da posição de clube mais valioso do país, segundo um estudo divulgado nesta terça-feira pela empresa de consultoria Pluri e que leva em conta o valor de mercado dos jogadores de cada equipe.
O clube de Belo Horizonte, que se sagrou campeão com quatro rodadas de antecipação, subiu da nona para a primeira posição na lista de clubes com maior valor de mercado, enquanto o Santos caiu para o décimo lugar, depois de ter sido o primeiro em 2011 e em 2012, após a venda do atacante Neymar ao Barcelona.
O valor de mercado dos jogadores do Cruzeiro somou em dezembro R$ 211,5 milhões, com uma valorização de 23% com relação ao final do ano passado, segundo os cálculos da empresa de consultoria especializada no mercado futebolístico.
No segundo lugar, com R$ 203,6 milhões, ficou o Corinthians, quarto no passado, apesar de seu elenco ter se desvalorizado em 20% desde que conquistou o Mundial de Clubes da Fifa há um ano.
Em seguida ficaram Internacional (R$ 185,1 milhões), São Paulo (R$ 184,1 milhões) e Atlético Mineiro (R$ 180,2 milhões), que foi campeão da Libertadores e está disputando atualmente o Mundial de clubes.
O valor de mercado dos três, no entanto, se reduziu em 12%, 53% e 21% respectivamente no último ano.
Segundo a Pluri, o valor de mercado somado dos 25 clubes mais valiosos do Brasil fechou 2013 em R$ 2,85 bilhões, com uma redução de 19% em comparação com dezembro do ano passado, quando atingiu seu maior valor (R$ 3,42 bilhões).
O clube cujo valor de marcado mais subiu no último ano foi a Chapocaense, que subiu para a primeira divisão e cuja valorização de 148% lhe permitiu ficar entre os 25 mais valiosos do Brasil (R$ 66,3 milhões).
Também registraram grandes valorizações o Vitoria, com uma alta de 102% (R$ 88,4 milhões), e o Goiás, com 89% (R$ 81,5 milhões).
A Chapecoense escalou da posição 35 até a 19ª, o Vitoria da 22ª até a 13ª, e o Goiás da 23ª para a 15ª.
Na outra ponta, o clube que mais perdeu valor de mercado foi o Santos, com uma desvalorização de 63% (R$ 147,5 milhões) principalmente pela venda de Neymar, seguido pelo São Paulo (-53% / R$ 184,1 milhões) e pelo Vasco da Gama (-51% / R$ 80,2 milhões).
Em vez de usar o número da contratação ou da cláusula de rescisão, a Pluri calcula o valor de mercado dos jogadores a partir de um software próprio que leva em conta 61 critérios específicos.
Entre eles se destacam idade, criatividade, regularidade, força física, capacidade de definição, aspectos táticos, disciplina, espírito de equipe, nível dos campeonatos que disputa, condição clínica, títulos conquistados, convocações para a seleção e capacidade de retorno financeiro para seu clube.

.