Cade aprova venda da OGX Maranhão para Cambuhy Investimentos

Cade aprova venda da OGX Maranhão para Cambuhy Investimentos

OGX tinha 66,7% da OGX Maranhão, que tem blocos exploratórios terrestres na Bacia do Parnaíba e fornece gás para abastecer usinas de energia térmica da Eneva

Divulgação
Funcionário da OGX em plataforma de exploração de petróleo
OGX: a principal empresa de Eike entrou com pedido de recuperação judicial em outubro
SÃO PAULO - O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou sem restrições a venda da OGX Maranhão para a empresa de investimentos Cambuhy, que tem entre os sócios a família Moreira Sales, em uma operação anunciada no final de outubro para dar fôlego financeiro à endividada petroleira de Eike Batista, OGX.
Antes da operação, a OGX tinha 66,7% da OGX Maranhão, que tem blocos exploratórios terrestres na Bacia do Parnaíba e fornece gás para abastecer usinas de energia térmica da Eneva, ex-MPX e que também era controlada pelo empresário.
A OGX, principal empresa de Eike, entrou com pedido de recuperação judicial em outubro, diante do fracasso na tentativa de reestruturar 3,6 bilhões de dólares em bônus de dívida no exterior.

.