Real já é a moeda que mais perde para o dólar no mês

Estudo realizado pela CMA mostra que a moeda brasileira já perdeu 5,53%

Size_80_marcelo-poli
, de 


Getty Images
Homem conta notas de dólar
O Itaú Unibanco revisou nesta semana sua projeção para a taxa de câmbio em 2013 e 2014
São Paulo - O real é a moeda que mais se desvalorizou frente ao dólar em agosto, mostra um estudo realizado pela CMA, empresa de tecnologia e informações financeiras.
De acordo com o levantamento, a moeda brasileira perdeu 5,53% ante o dólar americano. A segunda divisa foi à rúpia indiana, com desvalorização de 5,39%.
O estudo mostra ainda que, entre as economias emergentes, na comparação anual, somente o Yuan, da China, teve valorização frente ao dólar, com avanço de 1,72%.
Perspectiva
O Itaú Unibanco revisou nesta semana sua projeção para a taxa de câmbio em 2013 e 2014. O banco elevou sua projeção para o câmbio ao fim de 2013 para 2,45 reais por dólar (perante 2,30 anteriormente) e para 2,55 reais por dólar no final de 2014 (antes, 2,40). Essa foi a segunda revisão da taxa de câmbio feita pelo Itaú Unibanco em agosto.
O banco destaca a perspectiva de redução no ritmo de compras de títulos por parte do banco central norte-americano (Fed) a partir de setembro, que deve elevar as taxas de juros nos EUA e alterar o sentido dos fluxos de capital. Na Europa, o Itaú vê sinais mais positivos de crescimento – o que também levaria à saída dos investidores dos mercados emergentes rumo aos países desenvolvidos, afetando o Brasil.
No ambiente doméstico, o relatório aponta o cenário de crescimento mais baixo e inflação elevada – e a queda do superávit primário - como um redutor do otimismo dos investidores.

.