Tesouro anuncia captação externa e recompra de títulos



 O governo vai captar recursos no exterior. A Secretaria do Tesouro Nacional informou hoje (23) que concedeu mandato para operações de emissão de bônus da República (títulos da dívida externa), denominados em dólares e com vencimento em 2025.

Com as emissões de títulos da dívida externa, o governo pega dinheiro emprestado de investidores internacionais com o compromisso de devolver os recursos com juros. Taxas menores de juros indicam maior confiança dos investidores de que o Brasil conseguirá pagar a dívida.

A última vez que o Tesouro captou recursos no exterior foi em maio deste ano. Na operação, o Tesouro Nacional vendeu de US$ 800 milhões em títulos. Foram oferecidos US$ 750 milhões nos mercados europeu e norte-americano e mais US$ 50 milhões no asiático. Os papéis, com vencimento em 5 de janeiro de 2023, têm taxa de retorno para o investidor de 2,75% ao ano. A emissão foi liderada pelos bancos Barclays e Citigroup.

O Tesouro também anunciou hoje a recompra de títulos com vencimentos entre 2017 e 2030.

.