Eike demite mais 150 funcionários da OGX



Redução no quadro de funcionários acontece na semana em que empresa terá certeza ou não de pedido judicial

Jonathan Alcorn/ Bloomberg
Eike Batista, CEO da EBX
Eike Batista, CEO da EBX: OGX demite 150 funcionários
São Paulo - Nesta semana, a OGX vai saber se precisará ou não entrar com pedido de recuperação judicial. Independente da decisão, a companhia já optou por reduzir o número de funcionários e demitiu cerca de 150 pessoas na última segunda-feira. As informações são da coluna Radar Online, de Veja.
De acordo com a reportagem, a OGX também sairá do edifício sede da EBX, mas não irá para o mesmo local que as demais empresas de Eike Batista. A ideia é que a petroleira alugue salas em um prédio no Centro do Rio de Janeiro.
No início do ano, a OGX já tinha decidido enxugar seu quadro de funcionários. No processo, a companhia demitiu 30 pessoas. A reestruturação na petroleira atingiu principalmente a área financeira.
Além da OGX, outras empresas da EBX, holding que controla as empresas de Eike, também reduziram o número de funcionários. Em abril, a OSX dispensou cerca de 80 trabalhadores.
 

.