Carta de Eike faz ações da OGX afundarem novamente


Em documento, empresário diz ressalvar seus direitos de questionar as circunstâncias, a validade e demais aspectos legais do pretendido exercício de opção

Divulgação
Painel OGX
OGX: papel chegou a cair mais de 19%, atingindo a mínima de 0,41 centavos e liderando as quedas do Ibovespa
São Paulo - As ações da OGX (OGXP3) iniciaram o pregão hoje em queda, após a divulgação da carta enviada por Eike Batista para a companhia sobre o aporte de 1 bilhão de reais. A carta enviada pelo empresário informa que vale como notificação de conflito.
Desde que foi divulgada a decisão da diretoria da OGX de exercer a opção de cobrar 1 bilhão de dólares prometido por seu controlador, surgiram rumores de que Eike não faria um novo aporte na companhia.
O papel chegou a cair mais de 19%, atingindo a mínima de 0,41 centavos e liderando as quedas doIbovespa. O acordo de outubro de 2012 afirma que Eike deveria comprar as ações da OGX pelo preço de 6,30 reais por papel.
Em carta à direção da OGX, Eike afirma que ressalva seus "direitos previstos em contrato e decorrentes de lei no sentido de questionar as circunstâncias, a forma, o conteúdo, a validade e os demais aspectos legais do pretendido exercício de opção".
Segundo a carta, decorridos 60 (sessenta) dias sem a resolução da disputa a respeito da validade do exercício da put, será instaurado procedimento arbitral no âmbito da Câmara de Arbitragem do Mercado.

http://exame.abril.com.br/mercados/cotacoes-bovespa/acoes/OGXP3

.