UBS corta recomendação de ação da HRT para "venda"


Medida foi tomada depois de a companhia anunciar que o segundo poço de sua campanha exploratória na costa da Namíbia foi considerado seco

Carlo Allegri/Reuters
UBS
UBS: banco reduziu seu preço-alvo da ação da empresa de petróleo e gás para R$1,80, ante R$5,50 anteriormente
São Paulo - O banco UBS cortou sua recomendação para a ação da HRT de "neutro" para "venda", depois de a companhia anunciar que o segundo poço de sua campanha exploratória na costa da Namíbia, na África, o Murombe-1, foi considerado seco.

O banco reduziu seu preço-alvo da ação da empresa de petróleo e gás para 1,80 real, ante 5,50 reais anteriormente.
"Cortamos nossas estimativas de lucro por ação da empresa em mais de 10 por cento e estamos preocupados agora com as projeções da companhia", afirmou o UBS, em nota.
Segundo o banco, o rebaixamento reflete os anúncios dos dois poços secos na Namíbia, assim como o de um poço seco em Solimões, no interior da Amazônia.
O anúncio do primeiro poço seco na Namíbia foi feito pela empresa em 20 de maio, quando a HRT informou ter descoberto óleo no poço de Wingat-1, mas não em volume comercial.

.