Dilma mostra que não socorrerá empresas após Cruzeiro do Sul


O governo da presidente Dilma Rousseff não vai socorrer credores de companhias que se arriscam em excesso, como foi o caso do banco liquidado após a falta de compradores

Boris Korby e Blake Schmidt, da 

.