Apple processa a Samsung em comissão antimonopólio


A empresa americana acusa a Samsung de abusar de sua posição na Coreia do Sul no âmbito de tecnologia 3G


Jung Yeon-Je/AFP
Imagens de um iPhone 4s (e), da Apple, e de um Samsung Galaxy S3 em Seul em 27 de agosto de 2012
iPhone 4s (e), da Apple, e Samsung Galaxy S3 em Seul: os concorrentes mantêm uma guerra legal em uma dezena de países para conquistar o rentável mercado dos smartphones
Seul - A empresa americana Apple processou sua rival sul-coreana Samsung Electronics perante as autoridades antimonopólio da Coreia do Sul por suposto abuso de sua posição dominante no mercado, informou nesta quinta-feira a agência "Yonhap".

A Apple apresentou uma queixa perante a Comissão de Comércio Justo (FTC, na sigla em inglês), o organismo antimonopólio sul-coreano, na qual afirma que a Samsung abusa de sua posição no país asiático no âmbito de tecnologia de telecomunicações de terceira geração (3G), detalhou a "Yonhap", sem identificar sua fonte.
Este movimento acontece no meio da guerra legal que ambos concorrentes mantêm em uma dezena de países, onde apresentaram processos cruzados nos tribunais nos quais se acusam mutuamente de violar suas patentes no rentável mercado dos smartphones.
Está previsto que a FTC examine a queixa da Apple através da comparação da fração de mercado de ambas empresas e a influência de sua tecnologia 3G, e também levará em conta as explicações da Samsung ao processo de seu rival.
Um porta-voz do gigante tecnológico sul-coreano se limitou a assinalar que a Samsung foi informada do movimento da Apple, mas não fez comentários oficiais.
O protesto perante o organismo antimonopólio sul-coreano inscreve-se no movimento da Apple de processar a Samsung, principal fabricante mundial de telefones celulares, por abuso de posição dominante no mercado em relação a patentes sem fios.
Em janeiro, a Comissão Europeia anunciou que havia iniciado uma investigação formal para determinar se o grupo sul-coreano tinha utilizado suas patentes sem fios como uma ferramenta para frear a concorrência.
No último dia 24 de agosto, a Samsung sofreu seu revés mais sério até agora na batalha legal com a Apple depois que um tribunal de San José (Califórnia, EUA) considerou que tinha violado seis patentes de design e tecnologia do grupo americano, e por isso foi condenada a pagar US$ 1 bilhão ao rival.
Além disso, em dezembro a Justiça dos Estados Unidos avaliará o pedido apresentado pela Apple para proibir a venda no país de vários telefones da Samsung que vulneram suas patentes, inclusive o recente modelo Galaxy III. 

.