Mais do que moda passageira – A importância do blockchain para as empresas

Você já se cansou de ler sobre o blockchain? Não jogue a toalha ainda! A tecnologia está criando meios de repensar a forma como trabalhamos, o que fazemos e onde fazemos. Neste artigo, Hannah Hudson fala do possível impacto do blockchain em termos de inovação e a sua importância para o trabalho flexível.


O blockchain não é uma moda passageira. Há cada vez mais interesse em saber como a tecnologia que serve de base para o bitcoin pode direcionar as nossas ideias e os nossos negócios. Dos bancos ao gerenciamento de direitos digitais, essa tecnologia poderia transformar processos em todos os setores, promovendo mudanças na interação entre empresas e clientes, na realização de transações e na operação de dispositivos IoT (Internet of Things, Internet das coisas).

O que é o blockchain?

Basicamente, com a tecnologia do blockchain, as empresas podem simplificar e otimizar transações complexas, por meio do compartilhamento de dados de forma rápida, transparente e totalmente segura. O blockchain registra fielmente e em diversos locais todas as transações – seja de valores, bens, serviços ou dados confidenciais – realizadas on-line. Esses registros são chamados de blocos (blocks), e cada um deles contém o histórico criptografado dos blocos anteriores, ou seja, a cadeia (chain).

Por que isso é importante?

O blockchain ajuda as empresas a trabalhar com mais inteligência e rapidez. Atualmente, ele está sendo usado ou estudado nas mais diversas aplicações, como pagamentos interbancários, rastreamento de contêineres, verificação de propriedade e autenticidade de diamantes e validação de credenciais acadêmicas.
Empresas de todo o mundo estão de olhos abertos. Uma pesquisa divulgada pela Deloitte em dezembro de 2016 entrevistou altos executivos de organizações com receita anual igual ou superior a 500 milhões de dólares. Vinte e oito por cento deles afirmaram que suas empresas já investiram 5 milhões de dólares ou mais em blockchain. Outros 10% afirmaram que suas empresas investiram pelo menos 10 milhões de dólares na tecnologia(1).
E o que justifica esse entusiasmo? Mais de um terço dos executivos afirmou que o blockchain pode melhorar as operações de sistemas, seja com a redução dos custos ou do tempo necessário para realizá-las. Mais de um terço (37%) dos entrevistados citou os recursos de segurança avançados do blockchain como a principal vantagem da tecnologia e quase um quarto deles (24%) enfatizou que o blockchain pode viabilizar novos modelos de negócios e gerar novas fontes de receita.

 Como o blockchain vai mudar a forma como conduzimos os negócios?

Para compreender o potencial do blockchain, é necessário conhecer o conceito de "contratos inteligentes". Esses contratos estabelecem as regras de funcionamento de acordos acionados por códigos e executam as trocas de dados.
"A boa e velha máquina de venda automática é a percursora do contrato inteligente", afirma Nick Szabo, pioneiro no uso do blockchain, em um texto escrito para a Chamber of Digital Commerce (Câmara de Comércio Digital). "Essas máquinas são, basicamente, mecanismos de segurança. O valor guardado no cofre deve ser menor que o custo para arrombá-lo. Além disso, a máquina reflete a natureza da transação, computando e liberando o troco, além de liberar o produto solicitado pelo cliente(2)".
Ele continua dizendo que "os contratos inteligentes podem reduzir os custos de ter pessoas calculando resultados complexos, o que viabiliza contratos que antes não eram possíveis(3)". Por exemplo, em empresas que mantêm muitos registros de transações comerciais, os contratos inteligentes podem digitalizar o preenchimento do Código Comercial Uniforme, além de automatizar processos de renovação e liberação.
Para empresas que realizam a transferência de bens entre países, o blockchain pode agilizar a criação da letra de crédito e o início do processo de pagamento, além de conferir mais liquidez aos ativos financeiros.
Para as organizações financeiras, os contratos inteligentes possibilitam criar registros precisos e transparentes dos dados financeiros nas organizações, o que melhora a capacidade de gerar relatórios financeiros e diminui os custos com auditorias e seguros.
Além disso, os contratos inteligentes podem proporcionar visibilidade em todas as etapas da cadeia de suprimentos. Por meio da IoT, os dispositivos podem fazer alterações a contratos inteligentes conforme um produto passa da fábrica para a loja, o que proporciona visibilidade em tempo real da cadeia de suprimentos de uma empresa.

Mais do que moda passageira – A importância do blockchain para as empresas

Aproveite a capacidade do blockchain para deixar o trabalho na sua empresa mais inteligente

 

O blockchain terá impacto nos trabalhos?

Segundo Don e Alex Tapscott, no livro Blockchain Revolution, "O blockchain pode ser um grande nivelador econômico", sugerindo que ele pode eliminar intermediários da nossa economia, recompensando quem cria valor real.
Ainda assim, embora a tecnologia possa reduzir a presença de determinados intermediários, como bancos, advogados e corretores, ela não elimina o trabalho manual por completo. "Enquanto a maior parte das tecnologias automatiza o trabalho básico que acontece nas extremidades dos processos, o blockchain automatiza o centro", afirma Vitalik Buterin, fundador da plataforma de blockchain Ethereum. "Em vez de tirar o trabalho de um taxista, o blockchain elimina o Uber e deixa que os taxistas trabalhem diretamente com o cliente."
O blockchain também criará novas funções nos negócios de criptomoedas e afins. Uma pesquisa realizada com executivos financeiros em 2017 indicou quais áreas competem mais pelos profissionais do blockchain. Os resultados mostram que 51% dos entrevistados procuram por profissionais de tecnologia comercial, 47% procuram por programadores e 44% procuram por profissionais com experiência em análises(4).

As contratações e os treinamentos vão mudar?

"Em breve, o blockchain ajudará gerentes e setores de RH a criar registros permanentes e transferíveis com o histórico de treinamento de cada profissional", afirmam Alexandra Whittington e Rohit Talwar, editores da Fast Future, empresa de previsões profissionais(5). "Com funcionários espalhados por vários espaços de trabalho, um sistema de gerenciamento de aprendizado baseado em blockchain pode garantir que as empresas tenham acesso a todas as informações relacionadas a aprendizado e treinamento, indo desde webinars requisitados pela empresa até dicas sobre bem-estar."
A contratação também pode ser simplificada com mecanismos de verificação de identidade gerenciados pelos próprios profissionais e autenticados por agências independentes. "Embora nossos dados estejam nas mãos de plataformas centralizadas, como o LinkedIn, que também os monetiza, os registros de blockchain podem substituir os currículos e tornar-se um histórico profissional e de formação", diz Rohit.
Ele cita a startup APPII e seus currículos verificados por blockchain como exemplo. Com esses currículos, recrutadores, possíveis contratantes e outros terceiros podem confirmar se um candidato tem formação, qualificação profissional e experiência em uma empresa do setor.

Quais os benefícios do blockchain para quem trabalha em home office?

"A tecnologia de blockchain conta com recursos inerentes que podem nos ajudar a criar novas plataformas de trabalho mais íntegras e mais eficientes", afirmou o consultor estratégico de força de trabalho Andy Spence para a RSA. "Preconceito, parcialidade, falta de visibilidade dos profissionais disponíveis, pouca confiança nas redes sociais centralizadas, spams e altas taxas de serviços intermediários são alguns dos problemas que o setor de recrutamento enfrenta. O blockchain nos ajudaria a melhorar a correspondência entre o trabalho disponível e os profissionais adequados e interessados(6)."
Andy indica, como benefício, pagamentos mais seguros e mais rápidos para os profissionais, com base em contratos inteligentes digitais com o cliente. "Isso pode reduzir os problemas de fluxo de caixa ocasionados por atrasos nos pagamentos aos profissionais e garantir o pagamento de contas em dia", ele afirma. "Com o blockchain (e outras tecnologias), os profissionais também poderiam dividir seus salários com familiares, inclusive com pessoas no exterior, mediante taxas pequenas."
A tecnologia também possibilita que os funcionários acessem dados remotos com mais segurança. A Enigma, uma startup do Media Lab do MIT, leva as vantagens de privacidade e segurança do blockchain para uma plataforma descentralizada na nuvem e que garante a privacidade. A empresa criptografa e protege dados mesmo que você os compartilhe com outras pessoas. Assim, esses dados são armazenados, compartilhados e analisados sem que qualquer parte tenha acesso total a eles.

Como será o espaço de trabalho do futuro?

"Com a automação e simplificação dos processos proporcionadas pelo blockchain, o quadro de funcionários e o tamanho dos escritórios podem diminuir", Alexandra da Fast Future afirma. "Isso pode levar as empresas a abandonar edifícios de escritórios e aproveitar o trabalho flexível, além de espaços de co-working mais próximos às áreas residenciais ou aos seus clientes."
"O próximo passo seria o surgimento de espaços de co-working que operem como OADs (organizações autônomas descentralizadas)", Rohit acrescenta. "Essas organizações com menos funcionários combinariam sensores IoT inteligentes, IA (inteligência artificial) e blockchain para gerenciar ambientes de trabalho, emitir contratos de locação e gerar faturas e receber pagamentos dos locatários automaticamente, com base em condições pré-estabelecidas em contratos inteligentes."

Fontes:

(1) https://www2.deloitte.com/us/en/pages/about-deloitte/articles/press-releases/deloitte-survey-blockchain-reaches-beyond-financial-services-with-some-industries-moving-faster.html
(2) https://digitalchamber.org/wp-content/uploads/2018/02/Smart-Contracts-12-Use-Cases-for-Business-and-Beyond_Chamber-of-Digital-Commerce.pdf
(3) https://digitalchamber.org/wp-content/uploads/2018/02/Smart-Contracts-12-Use-Cases-for-Business-and-Beyond_Chamber-of-Digital-Commerce.pdf
(4) http://uk.businessinsider.com/the-uk-has-a-blockchain-talent-problem-2017-7
(5) http://fastfuturepublishing.com
(6) https://www.thersa.org/discover/publications-and-articles/rsa-comment/2018/02/blockchain-platforms-can-enable-good-work

Comentários

.