Vale: dividendos bilionários

Vale: dividendos bilionários 
O bom momento vivido pela Vale vai permitir à mineradora pagar dividendos agressivos aos acionistas ao mesmo tempo em que reduzirá a dívida líquida ao nível de US$ 10 bilhões ainda este ano (em março de 2017, era de US$ 22,8 bilhões). A mensagem é do presidente da mineradora, Fabio Schvartsman, que em 15 de maio completa um ano à frente da empresa.
Foi um período de muitas mudanças na Vale, incluindo a unificação de ações no ano passado, trocas na gestão, redução da dívida e foco na qualidade do produto em detrimento de volumes de produção. Para Schvartsman, os resultados estão aparecendo. Disse que em 12 meses até ontem, a ação da Vale na B3 se valorizou 70,4%.
Schvartsman disse também que somente com base nos resultados do 1º trimestre, anunciados ontem, a Vale vai pagar US$ 1 bilhão em dividendos aos acionistas em setembro. Se esse número for repetido nos trimestres seguintes, a Vale irá distribuir US$ 4 bilhões em dividendos aos acionistas em 12 meses, parte pago em 2018 e parte em 2019. (fonte:valor)

Comentários

.