Pela primeira vez na história, o principal Índice da Bolsa Brasileira, o Ibovespa, ultrapassou a marca de 80 mil pontos.

Pela primeira vez na história, o principal Índice da Bolsa Brasileira, o Ibovespa, ultrapassou a marca de 80 mil pontos. Durante o pregão desta terça-feira (6), o Ibovespa foi impulsionado pelo bom humor do mercado internacional — com o retorno das bolsas dos EUA após o feriado de Martin Luther King. 

Seguindo a tendência, durante o pregão passado (quando a bolsa subiu 0.51% e terminou o dia aos 79.752 pontos), o índice consolidou um “pivô de alta” e até o momento, tem como objetivo primário alcançar 80.215 pontos; com último alvo em 80.700 pontos. 

No acumulado do ano, o índice fechou apenas 3 dos 11 pregões até agora em território negativo; acumulando uma alta de 4,49% — após ter obtido uma valorização de quase 27% em 2017.

Índice de Preços ao Consumidor / Fipe - Segundo dados publicados pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), o Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que mede a inflação na cidade de São Paulo, subiu 0,49% na segunda quadrissemana de janeiro, desacelerando em relação ao aumento de 0,55% observado na primeira quadrissemana do mês.

Índice de Preços ao Consumidor (IPC-S) / FGV - Segundo a FGV, o Índice de Preços ao Consumidor - Semanal teve um aumento em seis das sete capitais pesquisadas na segunda quadrissemana de janeiro em relação à primeira leitura do mês, divulgou a instituição nesta quarta-feira (17). No geral, o IPC-S avançou de 0,31% para 0,47% entre os dois períodos

Bitcoin / Cotação - Renovando mais uma vez a tendência de quedas, o Bitcoin iniciou a quarta-feira (17) com uma desvalorização de 7.01% — cotado a US$ 10.384,56.

.

.