Empresa no exterior x Empresa no Brasil



ICMS, Cofins, IPI, IOF, PIS... tantas são as siglas e tão enorme é o universo de impostos pagos pelos brasileiros, principalmente para quem se aventura como empreendedor. 
Para se ter ideia, devido aos encargos trabalhistas, um trabalhador que ganha R$ 1.000,00 mensalmente, na realidade custa R$ 1.714,00 para a empresa, isso representa 71,4% a mais do que o salário pago pelo seu serviço.

Não é à toa que a possibilidade de estruturar uma empresa no exterior tem atraído milhares de empresários brasileiros. 
Enquanto no Brasil as empresas gastam cerca de 2,6 mil horas anuais para acertar as contas com o Fisco e  seguir 3,5 mil normas tributárias, há jurisdições no exterior que não exigem prestação de contas, relatórios financeiros anuais ou qualquer outro tipo de documentos exigidos pelo governo. Sendo assim, o livro de registros da empresa pode ser arquivado em qualquer lugar do mundo.
Devido à cultura instalada no Brasil, possibilidades vantajosas como essa parecem inacreditáveis e então informações são disseminadas equivocadamente relacionando estas estruturas jurídicas no exterior como algo ilegal, porém, esta possibilidade está plenamente de acordo com as leis brasileiras, desde que o cidadão faça a sua declaração junto à Receita Federal e pague os impostos devidos às operações. Inclusive até empresas de pequeno e médio porte estão usufruindo das possibilidades encontradas apenas internacionalmente. 

Tudo pode ser feito pela internet
Atualmente, devido à expansão da internet, a facilidade para os negócios é uma realidade. Praticamente todos os processos podem ser executados de forma on-line, englobando todos os setores de funcionamento da empresa como e-mails, Skype, chamadas telefônicas, operações bancárias on-line, entre outras atividades comerciais. É possível estabelecer presença virtual integral em uma jurisdição no exterior, eliminando qualquer possibilidade de identificar onde o escritório presencial está localizado.
Ficou interessado em abrir um estrutura jurídica no exterior e não sabe por onde começar?
Este é um passo gigante para internacionalizar seus bens em um ambiente de negócios com benefícios fiscais totalmente legais. Grande parte das jurisdições oferecem serviços especializados para a incorporação de empresas offshore facilitando todo o processo. 
Enquanto no Brasil se espera de 45 dias a 4 meses para ter a empresa registrada, uma empresa offshore pode ser registrada entre 4 e 21 dias, dependendo da jurisdição escolhida, após o processo dos documentos e formulários.
Fonte: Sociedade Internacional

.

.