Repaternalismo

De sobremesa, Nelson Barbosa disse que o Governo está trabalhando para cumprir a meta fiscal de 0,5% do PIB em 2016.
 
Vai tudo muito bem planejado, falta só um detalhezinho…
 
Aprovação da CPMF até maio, para que ela possa gerar receita a partir de setembro.
 
Barbosa deveria notar que CPMF é improvável, e não há gordura para esperar até maio.
 
Se a CPMF não passar no Congresso (cenário base), acabou o tempo para um plano B.

Até o momento, qual é a grande notícia no museu de novidades do Governo Dilma?
 
Instituir, por decreto, um “novo” programa de estímulo aos fornecedores do setor de petróleo, privilegiando conteúdo local.
 
Será dada uma bonificação a consórcios ou companhias que contratem fornecedores locais.
 
Já sabemos os resultados dessa política: ineficiência competitiva, quebra de suppliers, atrasos na Petrobras e enorme risco de corrupção.
 
Mesmo assim, Dilma se nega a ouvir o mercado.
 
Faz lembrar do dito de Friedman:
 
"A humildade é virtude dos que acreditam em liberdade; já a arrogância é o vício dos paternalistas".

PARCEIROS E COLABORADORES UTILIZAM:

.