Mais um rombo na Petrobras


Petrobras assume impacto negativo R$ 2 bi
A Petrobras (PETR4) assumiu mais um compromisso que impactará seu resultado no terceiro trimestre deste ano: a companhia decidiu incluir débitos tributários no Programa de Parcelamento Especial (REFIS). Os débitos tributários são relativos ao não recolhimento de Imposto de Renda Retido na Fonte sobre remessas ao exterior referentes aos períodos de 1999 a 2002, 2004, 2005 e 2007 a 2012. A inclusão desses débitos no REFIS, cujo valor atualizado é de R$ 6 bilhões, permitirá à Petrobras uma economia de 50% no valor do passivo, para R$ 3 bilhões. Utilizando prejuízos fiscais e a conversão de depósito judicial em pagamento definitivo o impacto negativo no resultado do terceiro trimestre de 2015 será de R$ 2 bilhões, líquido de impostos, informou a companhia.
Agenda do investidor para esta sexta-feira
IGP-10 (FGV): Índice Geral de Preços. Industrial Production: produção industrial e utilização da capacidade instalada nos EUA. Consumer Sentiment: índice que revela a confiança e expectativa do consumidor norte-americano em relação à economia em geral, apresentado pela Universidade de Michigan/Reuters.

.

.