Petrobras dispara 9% após pesquisa mostrar Aécio em vantagem

 
ISTOÉ\Sensus mostrou o candidato Aécio Neves com 58,8% dos votos válidos e a petista Dilma Rousseff com 41,2%
São Paulo – As ações preferenciais da Petrobras disparavam 9% e lideravam os ganhos na Bovespa nesta segunda-feira, em meio a novas repercussões de pesquisas de intenção de voto para presidente.

Com a alta de hoje, os ganhos acumulados dos papéis da estatal já chegam a 18% em outubro.
Já o Ibovespa registrava ganhos de 3,5%, aos 57.248 pontos, ampliando para 11% sua valorização em 2014.
As ações ordinárias do Banco do Brasil também exibiam ganhos expressivos, avançando 7,2%. No acumulado do mês, a alta dos papéis já chega a 27%.
Uma pesquisa ISTOÉ\Sensus divulgada no último sábado mostrou o candidato Aécio Neves com 58,8% dos votos válidos e a petista Dilma Rousseff com 41,2%.
Trata-se de uma diferença de 17,6 pontos percentuais. O índice de eleitores que afirmam não votar em Dilma de forma alguma é de 46,3%. Já a rejeição de Aécio Neves é de 29,2%.
Segundo a publicação, a pesquisa capta parte dos efeitos provocados pelas declarações do ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa sobre o detalhamento do esquema de corrupção na estatal.
Novos levantamentos são esperados para esta semana. Cinco já estavam registrados até domingo à noite e devem registrar o impacto do anúncio do apoio da candidata Marina Silva a Aécio Neves.

PARCEIROS E COLABORADORES UTILIZAM:

.