Credores da OSX avaliam assumir posse dos navios



Bancos conversam com assessores para avaliar se devem executar garantias caso OGX entre com pedido de recuperação judicial

Cristiane Lucchesi e Rodrigo Orihuela, da 
Divulgação
Obras da OSX em maio de 2011
Obras da OSX: companhia emprestou US$ 1,27 bilhões de 12 bancos, incluindo o Santander e o DVB Group Merchant Bank
Rio de Janeiro/São Paulo - Os credores da OSX Brasil avaliam tomar posse de duas embarcações usadas como colateral em empréstimos para a empresa de estaleiros de Eike Batista, segundo 6 pessoas com conhecimento do assunto.
Os bancos conversam com assessores e com a própria companhia para avaliar se devem executar as garantias caso a empresa-irmã OGX entre com pedido de recuperação judicial, acionando cláusula de cross-default na dívida da OSX, segundo as pessoas, que pediram anonimato porque as discussões são privadas.
A OSX emprestou US$ 1,27 bilhões de 12 bancos, incluindo o Santander e o DVB Group Merchant Bank.
A OSX ainda negocia formas de evitar a recuperação judicial, disse uma das pessoas. A companhia também contratou o Credit Suisse para ajudá-la a vender as plataformas OSX-1 e OSX-2 que garantem os empréstimos. Os credores poderiam ajudar nesse processo como forma de recuperar seus investimentos.
“Para os bancos, a melhor opção é tentar conseguir o máximo possível, o mais rápido que puderem, por qualquer valor que seja”, disse Dany Rappaport, gerente de portfólio da Investport, em entrevista por telefone. “Os investidores em ações não vão conseguir recuperar nada disso e é por isso que o valor dessas empresas tende a zero”.
A OSX, o DVB e o Credit Suisse não quiseram fazer comentários, segundo suas assessorias de imprensa. O Santander não respondeu ao e-mail pedindo comentários.

.

.