OGX ANUNCIA PRODUÇÃO MENSAL DE ÓLEO E GÁS NATURAL EM MARÇO DE 2013

OGX ANUNCIA PRODUÇÃO MENSAL DE ÓLEO E GÁS NATURAL EM MARÇO DE 2013
Rio de Janeiro, 16 de abril de 2013 - A OGX Petróleo e Gás Participações S.A. (“OGX”) (Bovespa: OGXP3; OTC: OGXPY.PK), empresa brasileira de óleo e gás natural responsável pela maior campanha exploratória  privada no Brasil, comunica ao mercado que a produção de óleo e gás natural, em março de 2013, atingiu média de 15,1 mil barris de óleo equivalente por dia (boepd). Desse total, 8,3 mil boepd corresponde à produção média offshore, no Campo de Tubarão Azul, na Bacia de Campos e 6,8 mil boepd (1,1 milhão m3 por dia) corresponde à parcela da OGX na produção média terrestre de gás natural, no Campo de Gavião Real, na Bacia do Parnaíba. A produção total offshore foi de 256.743 barris de óleo equivalente e a produção total terrestre foi de 72,3 milhões m3 de gás natural.

Produção OffshoreA produção no Campo de Tubarão Azul foi impactada por alguns fatores nos poços produtores, tais como:
(i) OGX-68HP: danos na bomba centrífuga submersa (BCS) devido a problemas operacionais ocasionando o superaquecimento da mesma. O incidente causou parada de 15 dias no poço no mês de março;
(ii) TBAZ-1HP: instabilidade na geração elétrica do OSX-1 resultou em intermitência de funcionamento e danos à BCS. O incidente causou parada de 11 dias no poço no mês de março;
(iii) OGX-26HP: por motivo de segurança, dada a instabilidade de geração elétrica no OSX-1, o poço ficou parado por 2 dias no mês de março. Após o pleno restabelecimento de geração de energia, o mesmo voltou a produzir normalmente.
Para efetuar o reparo da BCS do poço OGX-68HP, será necessária uma intervenção de aproximadamente um mês, que fora iniciada em meados de abril e deverá ser concluída em meados de maio. Já a intervenção no poço TBAZ-1HP deverá ocorrer em seguida aos trabalhos no poço OGX-68HP. Ambos os poços continuarão com sua produção interrompida até o reparo das respectivas BCSs.
Considerando os dias efetivos de produção dos três poços conectados ao FPSO OSX-1 ao longo de março, a produtividade média offshore por poço ficou em 3,9 mil barris de óleo equivalente por dia.
Produção TerrestreA produção média total no Campo de Gavião Real foi de 2,3 milhões m³ por dia (1,1 milhão m³ líquidos para a OGX), contando com duas turbinas da Usina Termelétrica Parnaíba I operando ao longo do mês inteiro e uma terceira turbina, que foi sincronizada ao Sistema Interligado Nacional em 16 de março.
 
SOBRE A OGXFocada na exploração e produção de petróleo e gás natural, a OGX Petróleo e Gás SA é responsável pela maior campanha exploratória privada no Brasil. A OGX possui um portfólio diversificado e de alto potencial, composto por 26 blocos exploratórios no Brasil, nas Bacias de Campos, Santos, Espírito Santo, Pará-Maranhão e Parnaíba, e 5 blocos exploratórios na Colômbia, nas Bacias de Cesar-Ranchería e Vale Inferior do Madalena. A área total de extensão dos blocos é de 4.600 km² em mar e cerca de 36.700 km² em terra, sendo 24.500 km² no Brasil e 12.200 km² na Colômbia. Além de contar com um quadro de profissionais altamente qualificados, a companhia possui sólida posição financeira, com cerca de US$1,7 bilhão (em dezembro de 2012) para investimentos em exploração, produção e novos negócios. Em junho de 2008, a empresa captou recursos na ordem de R$ 6,7 bilhões em sua oferta pública de ações, no maior IPO da história da Bovespa até então. A OGX é parte do Grupo EBX, conglomerado industrial fundado e liderado pelo empresário brasileiro Eike Batista, que possui um comprovado histórico de sucesso no desenvolvimento de novos empreendimentos nos setores de recursos naturais e infraestrutura. Para mais informações visite o site: www.ogx.com.br/ri
 
Aviso LegalEste documento contém algumas afirmações e informações relacionadas à Companhia que refletem a atual visão e/ou expectativa da Companhia e de sua administração a respeito do seu plano de negócios. Estas afirmações incluem, entre outras, todas as afirmações que denotam previsão, projeção, indicam ou implicam resultados, performance ou realizações futuras, podendo conter palavras como “acreditar”, “prever”, “esperar”, “contemplar”, “provavelmente resultará” ou outras palavras ou expressões de acepção semelhante. Tais afirmações estão sujeitas a uma série de expressivos riscos, incertezas e premissas. Advertimos que diversos fatores importantes podem fazer com que os resultados reais divirjam de maneira relevante dos planos, objetivos, expectativas, estimativas e intenções expressas neste documento. Em nenhuma hipótese a Companhia ou seus conselheiros, diretores, representantes ou empregados serão responsáveis perante quaisquer terceiros (inclusive investidores) por decisões ou atos de investimento ou negócios tomados com base nas informações e afirmações constantes desta apresentação, e tampouco por danos indiretos, lucros cessantes ou afins. A Companhia não tem intenção de fornecer aos eventuais detentores de ações uma revisão das afirmações ou análise das diferenças entre as afirmações e os resultados reais. Cada investidor deve fazer sua própria avaliação, incluindo os riscos associados, pra tomada de decisão de investimento.
 
Contatos OGXInvestidores:
 Roberto Monteiro, roberto.monteiro@ogx.com.br
 Eduardo Lucchesi,  eduardo.lucchesi@ogx.com.br  
 Thomaz Freire, thomaz.freire@ogx.com.br
 +55 21 2163-6237
 
Mídia:
   Daniele Rivera, daniele.rivera@ogx.com.br
 +55 21 2163-7568

PARCEIROS E COLABORADORES UTILIZAM:

.