Eike “empobrece” mais de R$ 470 milhões em um dia com OGX


Ex-homem mais rico do Brasil continua enfrentando desconfianças sobre sua principal empresa

Exame
Eike Batista
Eike Batista, dono da OGX: empresa corrói ainda mais a fortuna do ex-homem mais rico do Brasil
São Paulo – A safra de problemas gerados pela petroleira OGX para seu dono, Eike Batista, parece longe do fim. O último ato foi o rebaixamento da nota de crédito da companhia pela agência Standard and Poor’s, nesta quinta-feira.
A agência citou, como motivos, os atrasos na produção e o aumento dos custos da empresa. A notícia derreteu os papéis da OGX (OGXP3) na bolsa. As ações ordinárias (com direito a voto) fecharam o pregão de ontem com queda de 10,81%.
Na prática, isso significou cerca de 474 milhões de reais a menos no patrimônio de Eike Batista no fim do dia. Isto porque o bilionário detém 61% da OGX por meio de dois veículos de investimento, a Centennial Asset Mining Fund, com 53,3% das ações da OGX, e a Centennial Asset Brazilian Equity Fund, com 3,79%.
No último formulário de referência apresentado pela OGX à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), em 29 de março, a companhia informa que Eike detém 100% das duas Centennial.
Controle
Com 3,236 milhões de ações ordinárias em circulação, a empresa encerrou a quarta-feira com valor de bolsa de 7,184 bilhões de reais, considerando-se o preço de fechamento de 2,22 reais por papel. Com a queda de ontem, a OGX passou a valer 6,407 bilhões em bolsa – ou 777 milhões a menos.
Como Eike detém 61% da OGX, isso significa que sofreu uma perda proporcional de patrimônio, ou cerca de 474 milhões de reais apenas com esta companhia. A desconfiança dos investidores, porém, contaminou as outras empresas de Eike listadas em bolsa, o que indica que o patrimônio do empresário fechou a noite ainda menor.
Eike, que chegou a ser o sétimo homem mais rico do mundo segundo a Forbes, desapareceu da lista dos 100 maiores bilionários do mundo neste ano. Sua última participação na lista da agência Bloomberg, que mede a variação diária das fortunas, foi em 14 de fevereiro, como 100º colocado. Seu patrimônio era, então, de 10,8 bilhões de dólares.
Atualmente, o centésimo homem mais rico do mundo é o canadense Galen Weston, com 10,7 bilhões de dólares. Seus negócios se concentram em alimentos e varejo.

PARCEIROS E COLABORADORES UTILIZAM:

.