Estoque da dívida pública soma R$ 2,007 trilhões em 2012


Segundo os dados divulgados pelo Tesouro Nacional, a Dívida Pública Mobiliária Federal Interna (DPMFI) subiu 2,38% ao atingir R$ 1,916 trilhão em dezembro de 2012

Renata Veríssimo, do 

Notas de 50 e 100 reais - dinheiro
O Tesouro cumpriu as bandas estabelecidas no Plano Anual de Financiamento, que previam que a DPF fecharia 2012 com um estoque entre R$ 1,950 trilhão e R$ 2,050 trilhões
Brasília - O estoque da Dívida Pública Federal (DPF) fechou 2012 em R$ 2,007 trilhões, o que representa uma alta de 2,18% em relação ao número de novembro. Em dezembro de 2011, o estoque da DPF era de R$ 1,866 trilhão. O aumento em 12 meses até dezembro último equivale a R$ 141,631 bilhões.
Ainda segundo os dados divulgados nesta terça-feira pelo Tesouro Nacional, a Dívida Pública Mobiliária Federal Interna (DPMFI) subiu 2,38% ao atingir R$ 1,916 trilhão em dezembro de 2012.
Já a Dívida Pública Federal Externa (DPFE) registrou uma redução de 1,84% em dezembro sobre novembro, fechando 2012 com R$ 91,28 bilhões.
O Tesouro cumpriu as bandas estabelecidas no Plano Anual de Financiamento (PAF) em 2012, que previam que a DPF fecharia 2012 com um estoque entre R$ 1,950 trilhão e R$ 2,050 trilhões.
Os juros pagos pelo Tesouro na DPF em dezembro somaram R$ 17,186 bilhões e, no acumulado de 2012, atingiram R$ 207,984 bilhões.
Títulos
A participação dos títulos remunerados pela taxa Selic na Dívida Pública Federal (DPF) fechou 2012 abaixo da banda mínima fixada pelo Plano Anual de Financiamento (PAF). A fatia do estoque de papeis atrelados à Selic ficou em 21,73%. As bandas do PAF variam entre 22% e 26%.
Nos demais títulos, que compõem a DPF, as metas do PAF foram cumpridas. A participação dos prefixados ficou em 40% e dos papeis remunerados pela inflação, em 33,87%. Os títulos cambiais representam 4,40% do estoque da DPF em dezembro de 2012.
Na Dívida Pública Mobiliária Federal Interna (DPMFi) a participação dos prefixados no estoque foi de 41,18% em 2012. A fatia de papeis remunerados pela inflação na DPMFi fechou em 35,48% e dos títulos atrelados à Selic, em 22,76%. Os papeis cambiais representaram apenas 0,57% do estoque da DPFMi em dezembro de 2012.
Estrangeiros
A fatia da DPMFi nas mãos de investidores estrangeiros ficou em 13,72% do estoque em 2012, segundo o Tesouro Nacional. Embora o estoque tenha aumentado em R$ 3,13 bilhões em dezembro, houve uma redução na participação desses investidores em relação a novembro de 2012, quando eles representavam 13,88% dos detentores da dívida.
Do total adquirido pelo investidores estrangeiros, de R$ 263 bilhões, 74,3% são títulos prefixados. As instituições financeiras tinham 30,09% do estoque da DPMFi em dezembro e os fundos de investimentos, 24,65%. Os fundos de previdência estavam com 15,98% da dívida em dezembro de 2012

PARCEIROS E COLABORADORES UTILIZAM:

.