A sem-teto que virou empresária multimilionária em dois anos


Americana Dani Johnson começou uma empresa do zero, após passar por situações que renderiam um filme

Size_80_tatiana-vaz
, de 


GettyImages
Dani Johnson, a empresária americana que era sem-teto antes de se tornar multiomionária
Dani Johnson: empresária americana ganha fortunas hoje com palestras sobre sua história
São Paulo – Virar milionário aos 23 anos seria um grande feito para qualquer um que não tenha nascido em berço de ouro. Agora, tornar-se uma empresária de sucesso nesta idade, depois de ter sofrido abusos sexuais, ter tido uma filha aos 17 anos e ter sido uma sem-teto até os 21 anos de idade, isso sim, é uma conquista difícil de ser até imaginada.
E é por isso que a história surpreendente daempresária e milionária americana Dani Johnson tem rendido a ela dinheiro com inúmeras palestras dadas pelos Estados Unidos sobre como ganhar milhões do zero. A história ainda lhe rendeu entrevistas a programas populares como o da Oprah Winfrey e uma reportagem grande nesta semana no site da Forbes.
Segundo a matéria, Dani cresceu em um ambiente familiar complicado, cercado por relações violentas e com uso frequente de drogas. Como consequência, acabou grávida aos 17 anos e teve de sair de casa e se tornar uma sem-teto aos 21. Foi nesta época que começou a trabalhar de garçonete e a usar cocaína todos os dias até que, um dia, ao se deparar com uma caixa de produtos para emagrecer, a futura milionária viu no que gostaria de trabalhar.
Vendo naquela oportunidade uma saída para sua vida confusa e para o pagamento de dívidas que chegavam a 37.000 dólares, Dani ligou para a fabricante do produto e se ofereceu ao cargo de vendedora independente. Traçou, então, uma estratégia de divulgação com direito a distribuição de flyers e uma parceria com uma empresa de telecomunicações para o aluguel de uma linha.
Tanta insistência nas vendas a levou ao final do primeiro mês de trabalho com 40 cheques de que somavam quatro mil dólares. No primeiro ano, as vendas lhe renderam 250 mil dólares e geraram uma economia suficiente para fazer com que ela investisse em seu primeiro centro de emagrecimento, multiplicado por 18 em pouco tempo. Vendeu todos dois anos depois.
Hoje, multimilionária, acaba sendo exemplo pra pessoas que querem empreendedor e para empreendedores que não podem deixar a bola cair em suas empresas. Um exemplo com direito a matéria em uma das maiores revistas de negócios do mundo. E com chances de entrar na lista de bilionários da Forbes em breve.

.