Agenda do investidor para esta quarta-feira


A FGV (Fundação Getulio Vargas) divulga o IGP-M, índice de inflação calculado todo o mês e comumente utilizado para a correção de contratos de aluguel e tarifas de energia elétrica. O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulga o IPP (Índice de Preços ao Produtor) que mede a evolução dos preços de produtos na porta de fábrica, sem impostos e fretes, de 23 setores da indústria brasileira de transformação. O Banco Central publica a Nota de Política Fiscal com os dados sobre o montante e composição da dívida pública federal. Nos Estados Unidos a ADP divulga o nível de emprego privado (excluindo os rurais). O Departamento do Comércio divulga o o PIB (Produto Interno Bruto) do quarto trimestre de 2012. O Departamento de Energia publica os estoques semanais de petróleo. Ao final da tarde sai a decisão da última reunião do FED (banco central norte-americano) sobre a política monetária do país.
Petrobras finalmente anuncia reajuste
A Petrobras (PETR4) informou ontem à noite que reajustará, a partir de hoje, os preços de venda da gasolina e do diesel nas refinarias. O reajuste médio será de 6,6% para a gasolina e de 5,4% para o diesel. Especialistas estimam que o repasse ao consumidor ficará entre 4% a 6% no caso da gasolina. A Petrobras afirmou que o reajuste foi definido levando em consideração a política de preços da companhia, que busca alinhar o preço dos derivados aos valores praticados no mercado internacional em uma perspectiva de médio e longo prazo. Os analistas estão divididos quanto ao impacto do reajuste no preço das ações da companhia no curto prazo. Enquanto alguns acreditam que o reajuste trará um impacto extremamente positivo aos papéis, outros analistas não estão tão confiantes e alertam para a alta volatilidade que pode seguir com as ações da companhia hoje.

PARCEIROS E COLABORADORES UTILIZAM:

.