Gol diz que redução de quadro em 2012 foi de 1,4 mil pessoas


Dado não considera demissões da Webjet, adquirida pela companhia

REUTERS/Nacho Doce
Aeronave da Gol
Aeronave da Gol: sindicato dos aeronautas afirma que, além das demissões feitas pela Webjet, a empresa dispensou 3.000 pessoas neste ano
Os desligamentos de funcionários na Gol no acumulado do ano até esta terça-feira totalizam 2.803 mil funcionários, período no qual a empresa aérea também contratou 1.396 profissionais, informou em nota.
Assim, a "redução de quadros em razão de demissões registrada na Gol ao longo de 2012 é de exatos 1.407 profissionais", segundo a empresa. Os números não consideram as 850 demissões da Webjet.
O posicionamento da empresa é uma resposta às reivindicações do sindicato dos aeronautas de que foram demitidos 3.000 pessoas da Gol neste ano, além dos cortes feitos na Webjet anunciados em novembro, com o fim das operações da empresa cuja aquisição foi anunciada no ano passado.
A decisão de encerramento foi motivada pelo fato de a frota da WebJet, composta por aviões Boeing 737-300 de idade média elevada, ter um alto consumo de combustível, cujos preços mais elevados têm prejudicado os resultados da Gol.

.