Riachuelo receberá empréstimo do BNDES para expansão da rede


Órgão aprovou dois financiamentos, no valor total de R$ 167,4 milhões, para a Guararapes realizar investimentos de expansão e modernização

 
Divulgação
Loja da Riachuelo
Loja da Riachuelo: a Riachuelo está entre as três maiores redes de varejo de vestuário do Brasil
São Paulo - O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) anunciou nesta terça-feira que aprovou dois financiamentos, no valor total de R$ 167,4 milhões, para a Guararapes realizar investimentos de expansão, modernização e integração de processos entre as Lojas Riachuelo e Guararapes Confecções.
A Guararapes é considerada uma das principais companhias da região Nordeste, integrando setor têxtil (Guararapes Confecções) e varejo (Lojas Riachuelo). O objetivo do projeto é a integração dos negócios e obtenção de ganhos de escala, com a consolidação do modelo fast fashion, de oferta de moda a preços acessíveis. Para isso, a Riachuelo contará com uma linha de R$ 156,4 milhões para expansão e modernização de sua rede. O projeto contempla a abertura de até 30 novas lojas em todo o Brasil, ampliação da frota de caminhões e do refeitório da matriz em São Paulo (SP), implantação de novo call center em Natal (RN), bem como a realização de um projeto social no âmbito comunitário.
Por sua vez, a Guararapes Confecções - polo industrial do grupo, que atende exclusivamente à Riachuelo - receberá empréstimo de R$ 11 milhões a fim de construir um novo galpão industrial na unidade de Fortaleza (CE), para a produção de jeans e camisaria. A Riachuelo está entre as três maiores redes de varejo de vestuário do Brasil. Possui 154 lojas em 23 Estados do País e no Distrito Federal. O projeto permitirá uma maior presença da rede no Brasil, em especial na Região Sudeste, de acordo com nota do BNDES. Além disso, outro importante impacto do projeto é a geração de postos de trabalho, com a criação de mil empregos diretos durante as obras e mais 2 mil ao final da execução dos projetos.
Retorno social  - De acordo com o BNDES, o financiamento também contempla investimentos no projeto social Instituto Escola do Povo, localizado em Paraisópolis (SP), que terá sua sede reformada e ampliada. O apoio ao instituto, uma ONG que atua na alfabetização para jovens de baixa renda acima de 16 anos, será o primeiro projeto social desenvolvido pelo Grupo Guararapes no âmbito comunitário. Sua atuação, até então, esteve mais voltada para realização de trabalhos voluntários e doações.

.

.