Empresários gostam mais da Índia e China do que do Brasil


Estudo da Ernst & Young mostra preferência pelos dois emergentes e Estados Unidos antes do Brasil quando o assunto é investimento

Taj Mahal, na Índia

Taj Mahal, na Índia: Empresários pretendem investir na China, Estados Unidos e Índia antes do Brasil
São Paulo – Mesmo com as possibilidades que a Copa e Olimpíadas trazem, osinvestidores estrangeiros ainda preferem negociar com outros três países antes de chegar ao Brasil. É o que apontou uma pesquisa recente divulgada pela consultoria e auditoria internacional Ernst & Young.
Segundo o estudo semestral Global Capital Confidence Barometer, que mede as expectativas de empresários sobre a economia internacional, a Chinaé o principal destino previsto para investimentos, com os Estados Unidos em segundo e a Índia em terceiro. O Brasil ficou na quarta colocação.
Confiança na economia
A pesquisa também apontou que com a desaceleração persistente nas economias mundiais, os empresários estão menos confiantes numa melhora do cenário do que estavam há seis meses, quando foi divulgado o último estudo. Apenas 22% dos entrevistados disseram acreditar que a economia está melhorando, contra 52% na pesquisa anterior. A estabilidade é o cenário visto por 47% dos entrevistados, enquanto 31% acreditam em um momento de deterioração.
Boa parte dos executivos também imagina que uma melhora não deve acontecer tão cedo: 51% acreditam que a crise ainda dura entre um e dois anos e 15% esperam mais de dois anos para um cenário melhor aparecer.

.

.