Donald Trump vai doar US$ 5 mi se Obama divulgar documentos



Bilionário prometeu doação para qualquer instituição se presidente mostrar histórico em faculdades e de passaporte, mas não topou o mesmo desafio
 

São Paulo – O bilionário Donald Trump, que apoia o candidato republicano Mitt Romneynas eleições americanas, lançou um desafio inusitado ao presidente dos Estados Unidos,Barack Obama.
O empresário prometeu doar 5 milhões de dólares para qualquer instituição de caridade que Obama escolher, desde que o presidente mostre documentos como seus históricos na faculdade e de seu passaporte.
Trump fez o pedido em um vídeo divulgado em sua página no Facebook, após acusar o presidente de não ser suficientemente transparente. “O cheque será entregue em, no máximo, uma hora após ele mostrar os registrados como pedi”, disse Trump.
O empresário ainda falou que a divulgação desse documento “acabaria com as perguntas e aliviariam a raiva de muitos americanos que não sabem nada sobre seu presidente”.
“É um cheque que quero muito escrever”, disse Trump, provocando Barack Obama. Obviamente, ele estipulou um prazo. Se Obama topar o desafio, precisa entregar os documentos até a tarde de 31 de outubro.
Após lançar o desafio, Trump atualizou sua página no Facebook. Defendeu que todos os presidentes e candidatos dos Estados Unidos, inclusive “John McCain, Bill Clinton, George H.W. Bush, e George W. Bush”, já divulgaram esse tipo de documento. “Por que não o presidente Obama”, perguntou.
Confira o vídeo do desafio proposto por Donald Trump (em inglês)
Bilionário não topa o mesmo desafio
Diante da situação inusitada, o jornal inglês The Guardian teve uma ideia: propor o mesmo desafio para Donald Trump.
O repórter Adam Gabbatt, que trabalha na sede do jornal em Nova York, ligou para o escritório do bilionário e fez a mesma proposta. “Eu estava pensando se eu poderia ter os históricos da faculdade e do passaporte do senhor Trump”, pediu o repórter ao assessor que atendeu o telefone.
A primeira reação do funcionário de Trump foi encarar como uma brincadeira: “vamos fazer o seguinte: ele entrega o dele para você, quando você entregar o seu para ele”. “Ok”, foi a resposta de Gabbatt.
Ao perceber que o repórter do Guardian não estava brincando, o assessor de Trump chegou a propor que Gabbatt também oferecesse uma doação financeira, perguntou se ele estava apenas “querendo ser engraçado”, disse que estava fazendo “um pedido estúpido”, e também acusou Barack Obama de não ser transparente. No final, acabou recusando o desafio. 
O jornal disponibilizou o áudio do telefonema. Confira (em inglês):
Obama já desafiou Romney
Outro documento que costuma dizer muito sobre a vida pessoal de alguém, é sua declaração de imposto de renda.
Barack Obama já divulgava o documento, ao contrário do opositor Mitt Romney, que só começou a apresentar os dados após ter sido desafiado pela campanha do presidente americano. O pedido foi feito pela equipe de Obama em agosto e foi atendido em setembro.
Os documentos mostraram que o candidato e sua esposa, Ann Romney, pagaram em 2011 cerca de 1,9 milhão de dólares sobre lucros de investimentos. No total, foram pagos 14,1% em impostos sobre as receitas. Os detalhes também revelam que o casal doou no ano passado 4 milhões de dólares para a caridade.

PARCEIROS E COLABORADORES UTILIZAM:

.